12

set14

Maya Falks: Des(cons)truindo a família

familias

Se formos seguir a lógica dos defensores da família, nem eles mesmos pertencem a uma, por que não são igualmente rechaçados como destruidores da família tradicional ao se divorciar várias vezes e agredir suas esposas?

por Maya Falks, autora da página facebookiana No Sótão com Maya

Hoje em dia o discurso praticamente padrão de todo candidato que quer ser o novo queridinho dos conservadores, é a “proteção da família”. Ora, minha gente, a família nunca correu risco algum. Nenhum ser humano nasce em árvore ou em ovo.

Paremos para pensar: que risco corre sua imaculada família se os valores passarem a abranger toda a diversidade humana? Seu casamento vai acabar se seu vizinho for homossexual? Seu lar será implodido se seu filho tiver um amiguinho homossexual? Bom, caro amigo conservador, seu casamento só terminará por motivos de homossexualidade se você ou seu cônjuge se sentirem suficientemente seguros para sair do armário. Mas ainda sim, a família continuará existindo, seus filhos não desaparecem por isso, seus pais, irmãos, tios, primos, sobrinhos, todos eles seguirão existindo.

E se seu filho for homossexual? Achas mesmo que ele, que ontem era seu garoto amado, passará hoje a ser um monstro destruidor de lares felizes só porque a partir de hoje você sabe que ele vai te dar um genro, e não uma nora?

familia-e-babacaPois deixa eu te contar um segredo: família é um núcleo de pessoas que se amam. Você acha mesmo que seu filho gay, sua filha lésbica, são incapazes de construir um lar feliz porque a pessoa que eles amam nasceu com a mesma genitália? Você realmente acha que amor se resume à órgão sexual e que dois iguais não podem se amar?

Então de que adianta se dizer um bastião da família lutando contra pessoas perfeitamente capazes de amar mas tapando os olhos para lares destruídos por violência doméstica, álcool, drogas pesadas, falta de amor? Você realmente acha que o problema da família é a existência de homossexuais enquanto homens espancam esposas na frente dos filhos?

Você realmente acha que homossexuais destruirão a família tradicional enquanto crianças são abusadas sexualmente por parentes próximos? Você realmente acha que famílias com membros homossexuais são menos famílias que a sua?

Temos, entre os defensores da família que mais fazem barulho, homens divorciados diversas vezes e muitos com histórico de violência doméstica. Você acha que uma criança que viu o pai sair de casa para casar com outra mulher, mas não sem antes dar uma sova na mãe dela, considera a sua uma família feliz só porque tem uma mulher e um homem?

Você, que acha que família é só homem com mulher, considera que uma mãe solteira, cujo pai simplesmente virou as costas e foi embora, não é uma família? Uma mãe ou um pai viúvo com seus filhos não é uma família? Pais com um filho homossexual perdeu o status de família?

andre-e-angelo-nunes-igayE o que dizer de “eles não se reproduzem”? Nunca soube que homossexualidade tornasse alguém automaticamente estéril, mas enfim, ok, vamos partir daí: então casais estéreis, casais formados na terceira idade, casais que optam por não ter filhos, nenhum deles é família?

Você acha que os pais do garoto João, homossexual assassinado brutalmente por sua orientação sexual, não se consideravam uma família? Você acha que hoje a vida deles não perdeu muito do seu sentido porque perderam seu filho? Você não acha que a intolerância pregada pelos “defensores da família” não acaba de destruir uma?

Por que família deve ser só aquela que você acredita? Se formos seguir a lógica dos defensores da família, nem eles mesmos pertencem a uma, por que não são igualmente rechaçados como destruidores da família tradicional ao se divorciar várias vezes e agredir suas esposas?

A intolerância nunca protegeu família alguma, mas já destruiu diversas.

Já passou da hora de pensar por um minutinho antes de levantar a bandeira da família contra aqueles só querem o direito de não morrer e poder construir a sua.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo