18

dez14

Conscientize-se: posts para desmontar mitos e convidar você à politização pensante
Conscientizar-se também é colocar em dúvida o que se costuma reproduzir por aí como "verdades óbvias".

Conscientizar-se também é colocar em dúvida o que se costuma reproduzir por aí como “verdades óbvias”.

Neste mês de dezembro o Consciencia.blog.br está lançando a categoria de posts Conscientize-se. Ela é dedicada a trazer posts, de autoria minha ou de outras pessoas, que visam refutar mitos comuns no imaginário político das pessoas que se dizem de direita ou seguem pensamentos conservadores e/ou neoliberais por inércia ou credulidade na mídia.

Na verdade já há posts antigos, de vários meses atrás, que podem ser considerados iniciativas de conscientização antimitos. Mas é essa semana que essa categoria de posts está oficializada aqui no blog, incluindo esses textos antigos e trazendo postagens novas.

Nas próximas semanas até o final de janeiro – e talvez mais além caso, quando eu voltar das férias de passagem de ano, eu retome a procura por mais textos -, haverá dois posts por semana refutando mitos sobre cada assunto importante na mentalidade política da população brasileira, como corrupção, meritocracia capitalista, armamento civil, cotas raciais etc.

Essas postagens trazem para o leitorado um convite à politização, tirando-o da inércia de crer em tudo o que a mídia diz e outros veículos de informação de direita repassam. Mas, ao contrário do que fazem certas páginas que dizem promover “politização apartidária” mas combatem apenas o PT e a esquerda, o Consciencia.blog.br deixa clara sua posição de esquerda.

Não é uma “doutrinação de verdades”, mas sim um contraponto a muitos argumentos de direita, um convite para que se pense se a direita realmente tem razão ou o que ela fala, ao contrário do que se acreditava, não faz sentido na realidade brasileira.

Convido você a ler os posts do Conscientize-se. Não creio que eles irão mudar de fora para dentro o pensamento que você hoje tem, mas eles podem convidar você a pensar que o que diz a tradição, a mídia e outros propagadores da ideologia dominante pode não ser tão confiável e correto assim.

imagrs

2 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Ronaldo

dezembro 20 2014 Responder

A tal microeconomia presente na wikipédia está mais para uma macro do que para uma microestudo! As teorias econômicas estudam o controle do homem e não o homem conscientemente controlando a economia. Não é preciso muito estudo para isto! Ou seja, devolver o poder ao cidadão.

Aldrovando Cantagalo

dezembro 18 2014 Responder

pessoas que se dizem de direita ou seguem pensamentos conservadores e/ou neoliberais por inércia ou credulidade na mídia

Eu até entendo que você considere a grande midia neoliberal. Vá lá. Mas conservadora? Que midia conservadora é essa?
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/01/090130_noveladivorciobrasil_np_tc2.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Capas_da_Playboy_brasileira
http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-2–93-20141218
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1305200718.htm

A grande midia pode ser neoliberal em materia de economia, mas é fortemente esquerdista em questões de valores e costumes. Mito é dizer que há uma midia conservadora no Brasil. Pelo contrario, a grande midia faz questão de ridicularizar não apenas os valores, mas as pessoas conservadoras.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo