25

abr15

Pérolas de direita #17

10-perolas-de-direita

TW (aviso): Algumas pérolas contêm machismo, incitação a golpe de Estado, apologia e banalização da tortura e apelos ao medo

O Consciencia.blog.br traz mais uma coletânea de 10 pérolas de direita, incluindo comentários e imagens de pessoas ou páginas assumidamente de direita (conservadores/reacionários, neoliberais, teocratas cristãos, “libertários”, “anarco”capitalistas, nacionalistas, patriotas coxinhas etc., com prioridade para conservadores/reacionários).

Nas Pérolas de direita você encontra o que há de mais anti-inteligente, odiento, preconceituoso, opressor, autoritário, falacioso, irracional e fanático na direita brasileira.

***

00161-dequeadiantapoliticapramulher

Políticas voltadas às mulheres têm a intenção de implantar o comunismo no Brasil! Portanto, vamos revogá-las, por causa da minha paranoia macartista, e deixar as mulheres desassistidas pelo poder público, pra evitar a chegada do “demonho” do comunismo!

***

00162-desarmamento

Houve desarmamento civil na Rússia bolchevique, logo necessariamente toda campanha de desarmamento visa o extermínio da população. E aí, gostaram de minha falácia mista de argumento desconexo e apelo ao medo?

***

00163-parabemdobrasil

Para bem do Brasil, quando for falar de assuntos políticos, deixe a racionalidade e a lucidez guardadas num baú trancado em casa. Palavra da pessoa manola que escreveu esses “geniais” comentários.

***

00164-maisvalia

Sabe onde eu obtive essa conclusão? Da Enciclopédia Conservadora de Distorções de Obras de Esquerda.

Nota: A saber, mais valia é isso:

Mais-Valia é um conceito fundamental da economia política marxista, que consiste no valor do trabalho não pago ao trabalhador, isto é, na exploração exercida pelos capitalistas sobre seus assalariados. Marx, assim como Adam Smith e David Ricardo, considerava que o valor de toda a mercadoria é determinado pela quantidade de trabalho socialmente necessário para produzi-la.

Sendo a força de trabalho uma mercadoria cujo valor é determinado pelos meios de vida necessários à subsistência do trabalhador (alimentos, roupas, moradia, transporte, etc.), se este trabalhador trabalhar além de um determinado número de horas, estará gerando não apenas valor correspondente ao de sua força de trabalho (que lhe é pago pelo capitalista na forma de salário), mas também um valor a mais, um valor excedente sem contrapartida, denominado por Marx de mais-vala.

É desta fonte (de trabalho não pago) que são tirados os possíveis lucros dos capitalistas (industriais, comerciantes, agricultores, banqueiros, etc.), além da renda da terra, dos juros, etc. Enquanto a taxa de lucro – a relação entre a mais-valia e o capital variável ( salários) – define o grau de exploração sobre o trabalhador. Fonte

***

00165-imatura

Imaturidade “não é perigo”, por isso eu me recuso a amadurecer politicamente e continuo expressando minhas verborragias sem o mínimo de conhecimento embasado sobre aquilo que eu comento. E isso o tempo poderia resolver, mas eu não quero que resolva, afinal, sou conservadora assumida e interessada na manutenção do status quo.

***

00166-ridiculanacaobolivariana

1. Nos EUA não tem urnas fraudadas, e lá o presidente, mesmo sendo um submisso aos grandes bancos e outras megacorporações de seu país, é um “esquerdista”. Fonte: Minha imaginação de reacionário fanático

2. E aí, gostaram de minha falácia de bola de neve apimentada com ódio regional e desejo de golpe internacional de Estado?

***

00167-tortura

Quando um reacionário faz apologia à tortura, quem aguenta ficar perto e ouvir tamanha irracionalidade, ignorância e falta de caráter?

***

00168-adolfo

E aí, galera, gostaram de minha distorção maliciosa sobre o que é esquerda, ignorando que o nazismo reprimiu violentamente a esquerda alemã, privatizou empresas e manteve a hierarquia de classes?

***

00169-fraudesbolivarianas

Não aceito o resultado das eleições porque não gostei da pessoa que venceu. Logo, o mais lógico é inventar acusações de fraude, mesmo sem nada que as comprove, pra deslegitimar quem se elegeu e reivindicar golpe contra a pessoa. Quem disse que eu deveria respeitar democraticamente a vontade da maioria da população e parar de mimimi depois da derrota do meu candidato predileto?

***

00170-liberdadenainternet

“Cidadãos de bem”, tremam diante da minha bola de neve incitadora de medo e ódio!

imagrs

1 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Sergio Luiz Sant´Anna

abril 27 2015 Responder

Só para ajudar a desmistificar que as eleições não são “fraudadas” nos EUA:
Os republicanos quando estão no poder usam de qualquer meio, artifício ou subterfúgio para prejudicar seus colegas democratas.
Em alguns estados governados por republicanos, as zonas eleitorais são modificadas para prejudicar candidatos democratas e independentes.
São promulgadas regras que prejudicam as minorias como recentemente, sob alegação de evitar fraudes, proibiram eleitores que não têm documentos oficiais com foto, de votarem. E nos EUA só há dois documentos com fotos: Passaporte e carteira de motorista. E quem não dirige e não viaja para o exterior são pessoas menos favorecidas e que são eleitoras preferenciais dos democratas.
Pense em um sindicato gigante. Esse é o sistema eleitoral confuso e injusto chamado de “democracia”.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo