05

nov15

Você realmente entende e defende a democracia?

Tem sido comum ver entre pessoas assumidamente de direita – e também entre quem se diz “nem de direita, nem de esquerda, mas sim para frente” – dizer que estão “defendendo a democracia”, mas, ao mesmo tempo, demonstrando aversão a muitos dos valores sociopolíticos e éticos mais caros à democracia. Tendo em vista essa banalização sobre o que é ser um democrata, este artigo faz algumas perguntas, que objetivam fazer você pensar: você realmente entende o que é a democracia? E a defende de verdade?

Eis quinze perguntas que, fazendo-as você a si mesmo(a), podem fazer você refletir sobre até que ponto está realmente defendendo uma sociedade mais democrática, um país onde os valores da democracia realmente vigorem:

– Eu sei que democracia abrange muito mais além do direito ao voto, à elaboração e assinatura de abaixo-assinados e à realização de protestos de rua?

– Eu entendo democracia como algo que beneficia e abraça a todos os seres humanos da sociedade, incluindo aquelas pessoas de quem eu discordo completamente em temas sociais e políticos?

– Eu compreendo e aceito que uma democracia só se sustenta com valores democráticos?

– Eu entendo que a democracia só funciona quando todos os seres humanos têm direitos plenos igualmente assegurados e respeitados, com a aplicação da máxima política “Tratar igualmente os iguais e tratar desigualmente os desiguais na medida de sua desigualdade” sempre que necessário?

– Eu percebo que uma democracia de verdade obriga o Estado a assegurar e respeitar todos os direitos fundamentais (humanos, civis, políticos, sociais, ambientais) de todas as pessoas que moram ou estão dentro do país?

– Eu percebo que uma democracia, para ser saudável, precisa ter uma imprensa democrata, na qual todos os pontos de vista favoráveis à manutenção e/ou ao amadurecimento e radicalização da democracia sejam equitativamente representados e tenham voz?

– Eu considero as desigualdades sociais prejudiciais à democracia?

– Eu compreendo que não é saudável nem genuinamente democrático uma população de maioria feminina, negra, trabalhadora, jovem e de renda média não tão alta ser majoritariamente representada por homens brancos ricos não jovens proprietários dos meios de produção (empresários e latifundiários)?

– Eu entendo que, numa democracia genuína, uma mulher trans negra e pobre tem o mesmo direito à voz e à atuação política que um homem cis branco bilionário? E sei que a voz dela tem o mesmo valor da dele?

– Eu entendo como essencialmente antidemocrático políticos tentarem cassar direitos alheios, como é o caso de deputados evangélicos teocratas que tentam sepultar as liberdades individuais de mulheres e homossexuais?

– Eu compreendo que muitas vezes a meritocracia (considerando-a em sua concepção “ideal”) é deletéria à democracia, como no caso em que a ideologia do mérito converte direitos em privilégios, serviços pagos por tarifa ou recompensas por “merecimento”?

– Eu considero que uma democracia é feita não só de um Estado democrático, mas também de cidadãos democratas e uma educação que preze por valores e métodos democráticos?

– Considerando a pergunta anterior, eu percebo que uma educação autoritária e a censura à discussão de temas políticos – como gente da extrema-direita quer fazer ao impor a proibição do marxismo e de outras ideologias de questionamento sociopolítico no ensino escolar – são opostas aos valores da democracia?

– Eu entendo que um indivíduo machista, heterossexista, xenófobo, transfóbico, elitista, capacitista e intolerante-religioso não é um indivíduo democrata?

– Eu compreendo que um Estado que reprime manifestações, cala opiniões sociopolíticas à força e coloca a manutenção da ordem e da propriedade privada acima do respeito pleno aos Direitos Humanos é um Estado que, por não respeitar os valores democráticos, não é afeito à democracia?

Se você respondeu “não” a uma ou mais dessas perguntas, então sinto em dizer, mas você não entendeu realmente a essência da democracia. Nem defende um país e sociedade realmente democráticos. Com isso, eu recomendo que você crie em sua consciência uma curiosidade para procurar saber mais e mais sobre o que é e em que consiste a democracia – ou melhor, as democracias, considerando que existem múltiplos sistemas políticos que podem ser considerados democráticos. E, sobretudo, procure ser mais cético e questionador perante pessoas e movimentos que dizem “defender a democracia” mas são adeptos de valores claramente autoritários, violentos e opressores.

imagrs

15 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Adriano Mandelli

novembro 9 2015 Responder

…kkkkk….ta mediando meus comentários e nã permitindo a postagem…kkkkkkkk

Adriano Mandelli

novembro 7 2015 Responder

pois é me responda vc, pois seu post é de pura rotulação…..e nenhum momento eu fui contrario aos seus 15 pontos……penso diferente sim…….. e sua postura demonstra doutrinação, facilmente perceptível…..a postura socialmente e politicamente correta embasados em discursos da esquerda infiltrada nos meios acadêmicos, ……da postura de pregação da divisibilidade do povo….infelizmente vcs não defendem a democracia apenas tentam provar que isto não tá certo…….é obvio e claro, quem é de esquerda é anti democrático. E se bem me entendo a maior parte da população deixou de acreditar neste modelo politico atual e são contrários ao golpe que enfiaram goela abaixo do povo brasileiro Com base em toda a corrupção vista em nosso congresso coordenado pelo poder executivo não vê outra saída senão a intervenção militar pra tirar de lá todos estes bandidos, terrorista e quadrilheiros que estão no poder. Não compactuo com isto mas infelizmente esta esquerda que domina o país está destruindo o Brasil e isto é fato comprovado, não há motivo plausível e nem democrático (visto estarem lá la via estelionato/fraude eleitoral) para mante-los no poder.

    Robson Fernando de Souza

    novembro 7 2015 Responder

    Ué, se você não é contrário a nenhum dos 15 pontos, então concorda com eles. Mas, ao mesmo tempo, diz que os 15 são “doutrinação esquerdista”. Não entendi seu ponto.

    Você concorda com os 15 pontos ou os considera “esquerdistas” portanto errados?

      Adriano Mandelli

      novembro 7 2015 Responder

      Simples isto é apenas um discurso de incitação, vcs não preconizam, não é parte da ideologia socialista, comunista, mto menos anarquista e vc sabe disto pois diz ser da esquerda e a esquerda não é e nunca será democrática por ideologia…..vcs atualmente querem se fazer parecer democráticos afim de ganhar a simpatia, mas qdo são posto a prova recorrem a outros meios, exemplo da postura do PT hj com o aparelhamento do estado…….o único objetivo, o poder não importa de que forma isto ocorra……tanto é q a ultima eleição a apuração foi fechada e manipulada pelo Tofolli, que não permitiu o acompanhamento das apurações e mesmo com todas as evidencias de que algo espúrio ocorreu atualmente a chefe do executivo vetou o voto impresso….pq será?……..metem o pau no Cunha mas no Renan ninguém fala nada…….usam da ignorância do povo para se manterem no poder……e dentro das universidades publicas existe um trabalho mto forte neste sentido………falam de movimentos sociais que são braços de guerrilha como o MST, MTST, dentre outros….seus lideres estão numa boa…..não lhes faltam nada…tudo um embuste pra se manterem no poder…..

        Robson Fernando de Souza

        novembro 7 2015 Responder

        Peço que, por favor, não desvie do tema do artigo. Atenha-se a refutar o que ele diz (se é que você discorda dele, já que entrou em contradição).

          Adriano Mandelli

          novembro 8 2015

          kkkkkkkkk…..hilario……..natural tal postura….kkkkk

          Adriano Mandelli

          novembro 8 2015

          Me aponte qual foi minha contradição?

          Robson Fernando de Souza

          novembro 8 2015

          1. Você “concorda”: “e nenhum momento eu fui contrario aos seus 15 pontos…”
          2. Você “discorda”: “penso diferente sim…….. e sua postura demonstra doutrinação, facilmente perceptível…..”

haroldo

novembro 6 2015 Responder

Robson, eu gosto quando voce faz essas montagens de foto com coxinhas…hehe

    Robson Fernando de Souza

    novembro 7 2015 Responder

    huehuehuehuehuehuehuehue =P

Licca Chan

novembro 6 2015 Responder

Em resumo: para você, qualquer coisa que divirja de seus posicionamentos ideológicos não é defesa da democracia.

    Robson Fernando de Souza

    novembro 7 2015 Responder

    Conte-nos então como:
    – as pessoas que discordam de alguns ou todos desses quinze pontos defendem a democracia à maneira delas;
    – a democracia pode se sustentar sem um ou mais dos pontos listados.

    Adriano Mandelli

    novembro 7 2015 Responder

    Pelo que entendo vc foi mto bem doutrinado, porque pra vc só a ideologia esquerdopata funciona coerentemente e é o caminho….se vc é de esquerda não poderia estar falando de democracia, por serem idéias antagonicas…..só pelo post ja deu pra perceber que o ódio te domina e foi mto bem doutrinado pelas nossas atuais Universidades que estão longe de ensinar nossos alunos o livre pensar, e como isto deu certo nas Universidades, querem fazer o mesmo jdesde o ensino fundamental, pq o que se vê não é a preocupação na formação de pessoas capazes de de serem independentes e com condições de raciocínio critico e sim serem formados conforme o desejo da esquerda doente e nefasta, que pregam o ódio e a divisão de classes para se matarem em nome de uma ideologia mesquinha que interessa apenas a quem está no poder e que está no poder pela ignorância que impera no povo brasileiro e que se alastra neste país a mto tempo….afirmar que nosso governo é democrático é não ter nenhum censo critico livre de alienação e doutrinação. Me desculpe mas eu vejo nossa democracia exatamente igual ao do regime militar, não há diferença alguma…….não querer enxergar o golpe que estes esquerdistas caviar deram no país é realmente mto triste e desanima qquer cidadão de bem e com um minimo de discernimento da realidade dos fatos, estamos realmente a caminho da igualdade, igualdade na pobreza e dependência do estado pra todos e tudo, mas nossos governantes usufruindo sempre o que há do bom e do melhor…..a mesma ideologia pregada no regime militar!!!!

      Robson Fernando de Souza

      novembro 7 2015 Responder

      O que acha de, ao invés de chamar quem pensa diferente de você de “doutrinado”, tentar refutar a “doutrina” a que a pessoa foi supostamente submetida – e, assim, me “desdoutrinar”? O que acha também de argumentar como é possível defender a democracia ao mesmo tempo em que discorda dos quinze pontos colocados?

        Adriano Mandelli

        novembro 7 2015 Responder

        Ué apagaram meu comentário???

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo