Artigo
16

jan 2017

Luz entre as nuvens

Foto: Elcio Douglas

Vislumbrar, numa livraria cheia de livros neoliberais, a esperança pelo renascimento da esquerda combativa, ao invés de pensar que “a direita venceu, tudo está perdido e tempos sombrios vêm aí”, e alegrar-se com isso – acredite, isso é possível.

Foi uma experiência bastante interessante que tive, no final de setembro de 2016, logo antes de viajar a São Paulo. O que vivenciei naqueles minutos é algo que você precisa saber para ganhar um sorriso no rosto.

É algo que poderá lhe trazer a visão, na mente, de um feixe de luz saindo do meio de nuvens cinzentas. Posso dizer que é um alento necessário nesta época que tem trazido tanto medo, derrotismo e desesperança às pessoas adeptas de convicções políticas progressistas. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
12

dez 2016

Afinal, a direita pró-tucana e a esquerda pró-petista têm muito mais em comum do que se imagina

Afinal, a direita pró-tucana e a esquerda pró-petista têm muito mais em comum do que se imagina

Obs.: Quando falo de “esquerda pró-petista”, levo em conta que muitos defensores do PT e de Lula se dizem de esquerda – mesmo que, no final das contas, não tenham uma postura realmente de esquerda.

A batalha entre a direita assumidamente reacionária e a esquerda aliada ao PT está deixando de saco cheio quem assiste de fora. E ajudando a levar a democracia brasileira para o buraco.

Ambos os lados juram ser o “bem” lutando contra o “mal” e a exata antítese daquilo que dizem combater. Também afirmam estar lutando “por um Brasil melhor”, cada lado alegando diferentes motivos e objetivos.

Mas tem uma curiosidade nesse conflito político que está pior que briga de torcida organizada, que poucas pessoas perceberam. (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui
08

dez 2016

Tirinha diz que "se estudar bem, [você] poderá melhorar o mundo para ele"

Você já viu essa tirinha?

Nela, uma mulher de azul, pensando com uma moralidade egoísta, aponta para um gari na rua e diz para o filho: “Se não estudar, vai terminar como ele”.

Logo em seguida, à esquerda dos dois, uma outra mulher, ruiva e de roupas mais coloridas, diz à filha vestida de amarelo, numa potente alfinetada à moça de azul: “Se estudar bem, (você) poderá melhorar o mundo para ele”.

A imagem pretende ser uma lição de moral: precisamos estudar não para sermos “melhores” que os outros, mas sim para fazer o bem ao próximo e tornar o mundo um lugar mais justo para todos.

Mas será que é uma boa ideia mesmo nos munirmos da atitude de “estudar para melhorar o mundo para o outro” e não com ele? (mais…)

8 Comentários

-

Leia mais aqui
06

dez 2016

Homens guerreando na Revolução Russa

Pense numa contradição político-ideológica.

Na direita tem um número imenso delas, não é mesmo? Agora pense naquelas presentes na esquerda.

Entre as contradições lembradas, você pensou na reprodução e promoção de preconceitos e crenças morais conservadoras por pessoas (que se dizem) de esquerda?

Se sim, é aonde eu quero chegar, para convidar você a pensar sobre esse problema.

Quero chamar você a uma reflexão, usando como exemplo ilustrador uma imagem “engraçadinha” que encontrei recentemente numa página de esquerda. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
02

dez 2016

Quem se faz de vítima: aqueles que vivem apontando "vitimismo" no protesto alheio

Quem se faz de vítima mesmo? Os que protestam contra o preconceito e a discriminação, ou aqueles que vivem apontando “vitimismo” no protesto alheio?

Aviso de conteúdo: O texto menciona palavras e expressões ofensivas de caráter machista e racista usadas por reacionários

Provavelmente você tem visto isso com frequência nas redes sociais e em portais de notícias.

A cada manifestação de uma ou mais pessoas contra piadas, falas sérias e atitudes racistas, machistas, heterossexistas, gordofóbicas, transfóbicas, intolerantes-religiosas, xenófobas etc., aparece uma variedade de reacionários chamando o protesto de “mimimi”, “vitimismo” e/ou “coitadismo”.

Só que eles não percebem uma coisa interessante: sua própria atitude é típica de quem realmente está com uma postura considerada “mimimi” e vitimista diante de algo que não o agrada.

Convido você a saber por quê, vai ser interessante ver esse argumento reacionário voltando-se contra os seus próprios adeptos. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui
30

nov 2016

O comentador de notícias cheio de ódio, charge de Vitor Teixeira

Saiba o que o comentador de notícias que vive vomitando ódio e o corrupto costumeiro têm a ver

Provavelmente você tem ouvido ou lido discursos de ódio repercutindo com uma frequência notável.

Desde os famigerados comentaristas de portais de notícias e as páginas sociais que se declaram como de direita, até políticos considerados “popstars” no meio reacionário, eles não param de expressar a mais crua intolerância contra minorias sociais, grupos políticos e ideologias diferentes das aderidas por eles.

Também deve ter sabido, com crescente amargura, de políticas “públicas” e projetos de lei municipais, estaduais e federais que almejam diminuir, restringir ou mesmo eliminar direitos de categorias como a classe trabalhadora, mulheres, pessoas não heterossexuais, pessoas trans, negros, quilombolas, indígenas, imigrantes pobres etc.

Convido você a constatar algo interessante, sobre esses discursos e iniciativas. Dou uma dica inicial: essas posturas têm muito mais a ver com a corrupção política do que a maioria das pessoas acredita. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
26

nov 2016

Comunismo e fascismo: dois termos muito banalizados e desconceitualizados

Nos discursos políticos de senso comum, talvez você tenha percebido algo incômodo, ou mesmo incida nesse algo.

Na direita, chama-se a torto e a direito pessoas de esquerda de “comunistas”, e políticas que destoem do conservadorismo radical e do neoliberalismo de “comunismo”.

E na esquerda, muitos vivem chamando políticos e cidadãos adeptos de políticas e atitudes antidemocráticas quaisquer de “fascistas”. (mais…)

7 Comentários

-

Leia mais aqui
24

nov 2016

Charge em que lojas dão show de vendas vendendo ódio, intolerância e preconceito, enquanto uma pequena barraca de sonhos e amor definha com pouquíssima gente

Você chegou a ver a imagem acima?

Ela foi bastante compartilhada no Facebook em 9 de novembro passado, depois do anúncio da vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Ela mostra “lojas” que comercializam intolerância, discursos de ódio e preconceito lotadas e dando “show de vendas”, enquanto, em contraste, apenas uma barraca dá, gratuitamente mesmo, sonhos e amor, mas está quase vazia, com apenas uma mulher vendo-a a alguns metros de distância. (mais…)

11 Comentários

-

Leia mais aqui
04

out 2016

Nunca pare de lutar. A essência da esquerda é a luta por um mundo melhor.

Adaptado e editado de postagem no meu perfil pessoal e na página do Consciencia.blog.br. Este artigo é uma exceção que dei nas minhas férias, as quais vão durar até 31 de outubro

Esse primeiro turno de eleições municipais foi de um imenso sofrimento e frustração para a esquerda brasileira.

Assistimos, muito consternados, à vitória do empresário tucano João Doria no primeiro turno em São Paulo, ao aprofundamento da decadência do PT no país inteiro, ao revigoramento do PSDB e do PMDB… enfim, à continuação do franco crescimento da direita partidária no país.

Só o Rio de Janeiro, entre as grandes cidades, vivenciou um crescimento resistente da esquerda, com Marcelo Freixo no segundo turno e a eleição de vários vereadores do PSOL.

Diante desse quadro eleitoral, a reação de boa parte, talvez a maioria, da esquerda tem sido de puro derrotismo e resignação. Vi diante dos meus olhos, na noite do dia 2 de outubro e no dia seguinte, uma parcela da esquerda que morreu por dentro. Tendo deixado de alimentar nas pessoas e em si mesma os sonhos de um mundo melhor e o propósito de lutar por esses sonhos, ela simplesmente perdeu o sentido de existir.

Aí nos perguntamos: e agora, o que fazer? Eu respondo: vamos sentar juntos para responder a essa indagação, e me permita trazer minhas sugestões. (mais…)

16 Comentários

-

Leia mais aqui
07

set 2016

Discursos de ódio: Isso foi o fruto da tão falada e defendida "educação conservadora", inclusa a "religiosa"

Isso foi o fruto da tão falada e defendida “educação conservadora”, inclusa a “religiosa”

Certamente você percebeu isso também.

Ao mesmo tempo em que a direita tem ganhado força no Brasil, a internet, a mídia, as ruas e também milhões de lares estão mais repletos de ódio e intolerância.

Tem sido uma direita que, avessa ao conhecimento intelectual e ao debate civilizado e construtivo, não propõe quase nada que traga melhorias, preferindo ser contra tudo que desafie o status quo e impor o desmonte de tudo aquilo que a esquerda conquistou em décadas. (mais…)

8 Comentários

-

Leia mais aqui