Artigo
08

dez 2016

Tirinha diz que "se estudar bem, [você] poderá melhorar o mundo para ele"

Você já viu essa tirinha?

Nela, uma mulher de azul, pensando com uma moralidade egoísta, aponta para um gari na rua e diz para o filho: “Se não estudar, vai terminar como ele”.

Logo em seguida, à esquerda dos dois, uma outra mulher, ruiva e de roupas mais coloridas, diz à filha vestida de amarelo, numa potente alfinetada à moça de azul: “Se estudar bem, (você) poderá melhorar o mundo para ele”.

A imagem pretende ser uma lição de moral: precisamos estudar não para sermos “melhores” que os outros, mas sim para fazer o bem ao próximo e tornar o mundo um lugar mais justo para todos.

Mas será que é uma boa ideia mesmo nos munirmos da atitude de “estudar para melhorar o mundo para o outro” e não com ele? (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
06

dez 2016

Homens guerreando na Revolução Russa

Pense numa contradição político-ideológica.

Na direita tem um número imenso delas, não é mesmo? Agora pense naquelas presentes na esquerda.

Entre as contradições lembradas, você pensou na reprodução e promoção de preconceitos e crenças morais conservadoras por pessoas (que se dizem) de esquerda?

Se sim, é aonde eu quero chegar, para convidar você a pensar sobre esse problema.

Quero chamar você a uma reflexão, usando como exemplo ilustrador uma imagem “engraçadinha” que encontrei recentemente numa página de esquerda. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
02

dez 2016

Quem se faz de vítima: aqueles que vivem apontando "vitimismo" no protesto alheio

Quem se faz de vítima mesmo? Os que protestam contra o preconceito e a discriminação, ou aqueles que vivem apontando “vitimismo” no protesto alheio?

Aviso de conteúdo: O texto menciona palavras e expressões ofensivas de caráter machista e racista usadas por reacionários

Provavelmente você tem visto isso com frequência nas redes sociais e em portais de notícias.

A cada manifestação de uma ou mais pessoas contra piadas, falas sérias e atitudes racistas, machistas, heterossexistas, gordofóbicas, transfóbicas, intolerantes-religiosas, xenófobas etc., aparece uma variedade de reacionários chamando o protesto de “mimimi”, “vitimismo” e/ou “coitadismo”.

Só que eles não percebem uma coisa interessante: sua própria atitude é típica de quem realmente está com uma postura considerada “mimimi” e vitimista diante de algo que não o agrada.

Convido você a saber por quê, vai ser interessante ver esse argumento reacionário voltando-se contra os seus próprios adeptos. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui
30

nov 2016

O comentador de notícias cheio de ódio, charge de Vitor Teixeira

Saiba o que o comentador de notícias que vive vomitando ódio e o corrupto costumeiro têm a ver

Provavelmente você tem ouvido ou lido discursos de ódio repercutindo com uma frequência notável.

Desde os famigerados comentaristas de portais de notícias e as páginas sociais que se declaram como de direita, até políticos considerados “popstars” no meio reacionário, eles não param de expressar a mais crua intolerância contra minorias sociais, grupos políticos e ideologias diferentes das aderidas por eles.

Também deve ter sabido, com crescente amargura, de políticas “públicas” e projetos de lei municipais, estaduais e federais que almejam diminuir, restringir ou mesmo eliminar direitos de categorias como a classe trabalhadora, mulheres, pessoas não heterossexuais, pessoas trans, negros, quilombolas, indígenas, imigrantes pobres etc.

Convido você a constatar algo interessante, sobre esses discursos e iniciativas. Dou uma dica inicial: essas posturas têm muito mais a ver com a corrupção política do que a maioria das pessoas acredita. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
26

nov 2016

Comunismo e fascismo: dois termos muito banalizados e desconceitualizados

Nos discursos políticos de senso comum, talvez você tenha percebido algo incômodo, ou mesmo incida nesse algo.

Na direita, chama-se a torto e a direito pessoas de esquerda de “comunistas”, e políticas que destoem do conservadorismo radical e do neoliberalismo de “comunismo”.

E na esquerda, muitos vivem chamando políticos e cidadãos adeptos de políticas e atitudes antidemocráticas quaisquer de “fascistas”. (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui
24

nov 2016

Charge em que lojas dão show de vendas vendendo ódio, intolerância e preconceito, enquanto uma pequena barraca de sonhos e amor definha com pouquíssima gente

Você chegou a ver a imagem acima?

Ela foi bastante compartilhada no Facebook em 9 de novembro passado, depois do anúncio da vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Ela mostra “lojas” que comercializam intolerância, discursos de ódio e preconceito lotadas e dando “show de vendas”, enquanto, em contraste, apenas uma barraca dá, gratuitamente mesmo, sonhos e amor, mas está quase vazia, com apenas uma mulher vendo-a a alguns metros de distância. (mais…)

11 Comentários

-

Leia mais aqui
04

out 2016

Nunca pare de lutar. A essência da esquerda é a luta por um mundo melhor.

Adaptado e editado de postagem no meu perfil pessoal e na página do Consciencia.blog.br. Este artigo é uma exceção que dei nas minhas férias, as quais vão durar até 31 de outubro

Esse primeiro turno de eleições municipais foi de um imenso sofrimento e frustração para a esquerda brasileira.

Assistimos, muito consternados, à vitória do empresário tucano João Doria no primeiro turno em São Paulo, ao aprofundamento da decadência do PT no país inteiro, ao revigoramento do PSDB e do PMDB… enfim, à continuação do franco crescimento da direita partidária no país.

Só o Rio de Janeiro, entre as grandes cidades, vivenciou um crescimento resistente da esquerda, com Marcelo Freixo no segundo turno e a eleição de vários vereadores do PSOL.

Diante desse quadro eleitoral, a reação de boa parte, talvez a maioria, da esquerda tem sido de puro derrotismo e resignação. Vi diante dos meus olhos, na noite do dia 2 de outubro e no dia seguinte, uma parcela da esquerda que morreu por dentro. Tendo deixado de alimentar nas pessoas e em si mesma os sonhos de um mundo melhor e o propósito de lutar por esses sonhos, ela simplesmente perdeu o sentido de existir.

Aí nos perguntamos: e agora, o que fazer? Eu respondo: vamos sentar juntos para responder a essa indagação, e me permita trazer minhas sugestões. (mais…)

16 Comentários

-

Leia mais aqui
07

set 2016

Discursos de ódio: Isso foi o fruto da tão falada e defendida "educação conservadora", inclusa a "religiosa"

Isso foi o fruto da tão falada e defendida “educação conservadora”, inclusa a “religiosa”

Certamente você percebeu isso também.

Ao mesmo tempo em que a direita tem ganhado força no Brasil, a internet, a mídia, as ruas e também milhões de lares estão mais repletos de ódio e intolerância.

Tem sido uma direita que, avessa ao conhecimento intelectual e ao debate civilizado e construtivo, não propõe quase nada que traga melhorias, preferindo ser contra tudo que desafie o status quo e impor o desmonte de tudo aquilo que a esquerda conquistou em décadas. (mais…)

8 Comentários

-

Leia mais aqui
04

set 2016

Bernie Sanders, pré-candidato derrotado a presidente dos Estados Unidos. Aclamava-se muito o nome dele como potencial "salvador" do país e de sua democracia

Bernie Sanders, pré-candidato derrotado a presidente dos Estados Unidos. Aclamava-se muito o nome dele como potencial “salvador” do país e de sua democracia

Algo interessante acontece em boa parte das eleições presidenciais, no Brasil e em outros países.

Tanto na esquerda como na direita, alguns candidatos a presidente são aclamados por parte de seus eleitores como potenciais “salvadores” do país, do povo.

Mas será que dá certo essa de escorar num único indivíduo o destino de um país inteiro de milhões de habitantes?

 

(mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui
20

ago 2016

Pessoas em situação de miséria num lixão. Descubra a crença absurda, por trás do discurso da meritocracia, sobre a existência de pessoas morando em lixões

Descubra a crença absurda, por trás do discurso da meritocracia, sobre a existência de pessoas morando em lixões

Se você acredita na meritocracia capitalista como “redentora dos pobres” e que as políticas públicas do Estado contra a miséria só “atrapalham tudo”, este texto é para você

Você já leu a história da capixaba Ana Karla Nascimento, que, quando criança, morou num lixão e, depois de anos de muita luta e sentindo na pele o racismo e a pauperofobia de parte da sociedade, conseguiu concluir o curso de Direito e passar no exame da OAB?

Se ainda não leu, aconselho que leia o quanto antes. A trajetória dela, e os comentários de algumas pessoas, nos convidam a pensar sobre as implicações da defesa da meritocracia como meio de ascensão social no capitalismo.

Afinal, dessa leitura, podemos descobrir algo muito inquietante sobre pensamento neoliberal meritocrático, sobre como ele vê a existência de pessoas morando em lixões. (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui