03

fev 10

Agora há pouco, estava acontecendo no blog irmão de consciência Acerto de Contas um chat com a secretária pernambucana de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente Luciana Santos. Como cheguei em casa em torno de meio-dia, deu tempo de fazer apenas uma pergunta. Mas essa pergunta foi, posso dizer, ácida:

Olá, Luciana. O governo de Eduardo Campos vem tendo vários êxitos se comparado aos mandatos de Jarbas. Mas não estou vendo essa quase-maravilha na parte de meio ambiente. Pelo contrário, o que estou vendo é descaso atrás de descaso para com o ambiente em Pernambuco.

Bons(?) exemplos disso são:
– a ameaça de destruição de um bom pedaço de vegetação litorânea em Maracaípe e Porto de Galinhas para construção de resorts;
– a ameaça de destruir parte do mangue do Rio Jaboatão em prol da ponte que vai ligar Barra de Jangada ao Paiva;
– a destruição de uma significativa área de mata atlântica na beira da BR-408;
– a conivência com o desmatamento em Aldeia e em vários outros pontos de Pernambuco;
– a falta (ou subdivulgação) de providências para salvar a Caatinga dos fornos da indústria gesseira;
– a falta (ou subdivulgação) de uma política ambiental direcionada a fomentar a produção de energia limpa, a redução de gases-estufa e a educação ambiental dos pernambucanos;
– a total ausência de compromisso em se criar uma legislação voltada para animais.

O que vossa senhoria tem a dizer sobre esses pontos?

Abs (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
02

fev 10

Mais uma análise crítica de Raphael Tsavkko que admirei muito — a primeira foi sobre o Programa Nacional de Direitos Humanos, que a perversa direita tenta sabotar de todo jeito.

Duas coisas tenho a dizer sobre a análise dele:
a) aplaudo de pé;
b) sobre os comerciais, CONAR na cabeça!

Brastemp e Machismo: O lugar das mulheres é na cozinha.
por Raphael Tsavkko Garcia, do Blog do Tsavkko

Eis a propaganda da discórdia. Mas poderia ser qualquer outra que fale de eletrodomésticos. Esta é a cara da Brastemp, mas também de todas as demais.

Em toda propaganda do tipo vemos o direcionamento à dona-de-casa, à mulher. Algumas, ao menos, já aceitam que a mulher pode ser algo além de dona-de-casa, que tem uma vida e não passa o dia a cuidar dos filhos, é alguém. É pouco.

Tudo se resume à mulher que limpa, passa, lava e cozinha. No máximo, “administra” o lar e comanda sua(s) empregada(s). A cozinha é seu lugar.

Alguém conhece propaganda de eletrodoméstico direcionada ao homem ou que seja neutra? Nunca vi.

É um machismo descarado e aceito pela sociedade. Silenciosamente aceito, compreendido e replicado. E os protestos são raros, poucos, não incomodam. (mais…)

1 comentário

-

Leia mais aqui
02

fev 10

Na verdade é um parágrafo.

“11. O religioso
No começo, Deus criou o homem e a mulher, além de todos os animais que rastejam no chão, voam pelos céus e nadam nos mares. O homem e a mulher possuíam alma e o domínio sobre os animais. Por isso que o homem e a mulher pode fazer todo tipo de coisa típica do Satanás com os animais. Afinal, os animais não possuem alma nem salvação para poderem ir ao inferno. Que o inferno deles seja na Terra mesmo.”
Samory Santos, meu irmão de consciência, dono do blog Opinião Vegana, no post Os Treze Especistas

Falou tudo, nem preciso comentar. E a melhor parte é a sublinhada.

2 Comentários

-

Leia mais aqui
01

fev 10

Aos poucos o veganismo vai sendo revelado à sociedade, divulgando-se nossos hábitos e princípios éticos. Obrigado à Band por ter contribuído para nos tirar da obscuridade.

Só me queixei que o repórter pronuncia “vegã”, quando a pronúncia certa é “vígan” (mas alguns/as dizem que é “végan”). E, pelo jeito que a reportagem aborda @s vegan@s, parecemos uma exótica novidade de tribo urbana.

3 Comentários

-

Leia mais aqui
30

jan 10

Quem lê este blog desde a época do Consciência Efervescente percebeu que em julho passado eu trouxe nada menos que 115 posts, enquanto nesses meses, em férias ainda mais longas e relaxantes, estou trazendo, quando muito, dois posts por dia.

Justifico esse relaxamento pelo fato de que estou escrevendo um livro de conscientização, introdução e explanação, sobre vegetarianismo e veganismo. Por isso tenho postado menos, ido menos atrás de notícias, textos de outr@s autoræs e fontes de inspiração para escrever artigos.

Espero cumprir a meta que estabeleci, de chegar pelo menos à metade do livro até o fim dessas férias, que terminam dia 7 de março.

Agradeço a compreensão de quem queria ver a nova consciência opinando e conscientizando mais.

Nenhum comentário

-

Leia mais aqui
30

jan 10

A Parte 3 da sequência O erro do “Planeta Bizarro” do portal G1 está no Consciência Efervescente: http://conscienciaefervescente.blogspot.com/2009/11/o-erro-do-planeta-bizarro-do-g1-parte-3.html

Pelo que parece, o Ministério Público não ouviu às denúncias de quem não tolera as notícias de mau gosto dessa seção do G1.

Com vocês, as piores notícias envolvendo exploração (explícita ou subentendida em atos de inteligência anormal desempenhados por animais “treinados”), crueldade, sofrimento ou assassinato de animais daquele site, publicadas entre dezembro passado e janeiro.

Janeiro:
Elefantes aprendem a jogar basquete na Tailândia

Peta pede robô no lugar de marmota que prevê o tempo

‘Rinha’ de passarinhos é tradição em festival indiano

Japonês fisga peixe ‘manhoso’ de quase 11 quilos e iguala recorde de 77 anos

Britânico bate recorde ao pescar carpa de 42,63 quilos

Gatos ficam cinco dias presos dentro de parede nos EUA

Cachorrinhos com ‘aparência de tigres’ são vendidos na China

Bombeiros acham 19 cobras ao apagar incêndio em trailer nos EUA (mais…)

Nenhum comentário

-

Leia mais aqui
29

jan 10

Um texto ótimo extraído do site da União Libertária Animal, sobre o argumento desdenhoso de que defendemos os animais só porque somos seus amig@s. Ao contrário do que se pensa, não é por mera amizade que a defesa é promovida.

Não, não sou amiga dos animais!

LAIR publications – Editors Norma Benney, Gisèle Mauras Tradução autorizada: Anna Cristina Reis

Esse texto foi publicado na revista Le Pigeon Voyageur. O grupo LAIR, que parece não existir mais, se definia como “gays e feministas interessados pelos direitos dos animais”. Infelizmente não sabemos quem era o “Collectif Parisien Anti-Vivisection” que declara, ao lado deste artigo: “Queremos falar pelos que não são representados, pelos supliciados. O maior denominador comum para todos é a expressão de uma ética que englobe os mais fracos. A questão não interessa ninguém pois trata-se de um não-poder, de uma não-palavra…”

Estou cansada de escutar as pessoas dizerem – assim que ficam sabendo que sou vegan e anti-vivisseccionista – “Oh! É óbvio que você é amiga dos animais”.

Se eu protestasse pelos paquistaneses que são martirizados pelo partido de direita, não imagino que estas mesmas pessoas diriam com a mesma complacência: “Oh! É óbvio que você sempre gostou dos paquistaneses”.

(mais…)

Nenhum comentário

-

Leia mais aqui
29

jan 10

Categorias: Palavra do Autor

Anteontem fui obrigado pelas circunstâncias (como sempre, familiares vendo televisão) a ouvir (e ver alguns poucos instantes) mais uma das tantas brigas que marcam a novela Viver a Vida. Entre quais personagens, não me interessa.

Pensando em mais esse momento de baixaria das novelas das nove da Globo, dei uma procurada no Google News sobre brigas nessa novela.

Vejam o resultado e tirem suas conclusões: http://news.google.com.br/news/search?pz=1&cf=all&ned=pt-BR_br&hl=pt-BR&q=viver+a+vida+briga

Essa novela está mais para Viver a Pancadaria. É lamentável como a Globo gosta de incitar a baixaria como valor sociocultural.

Tenho saudades daquela campanha que, dez anos atrás, estava surgindo, a Quem financia a baixaria é contra a cidadania. E a Globo é evidentemente contra a cidadania — em diversos sentidos, da cidadania da mobilização à cidadania das relações humanas civilizadas.

Novamente digo: é uma pena que tanta gente tenha a TV ligada na Globo como principal diversão de seu dia-a-dia.

Fica a mensagem, que faço questão de repetir:

desligue a tv

2 Comentários

-

Leia mais aqui
27

jan 10

Vocalista do Metallica caça animais por “hobby”

Com agenda de três shows a serem apresentados no Brasil nos próximos dias, o grupo de heavy metal Metallica tem decepcionado muitos de seus fãs, que vêm tomando conhecimento de que seu vocalista, James Hetfield, caça animais por “esporte”.

A banda americana, há quase 30 anos no cenário musical do rock, conquistou várias gerações de fãs ao longo de sua carreira. Entretanto, para o vocalista, isso não parece ter grande significado no nível de influência negativa que seu ato possa exercer sobre o público.

Seu histórico de assassinatos é antigo. Em 2001, o vocalista fez uma expedição de duas semanas para caçar ursos na Sibéria. Durante esse período, em que se dedicou integralmente à atrocidade, sequer foi capaz de retornar para passar o aniversário junto de seu filho. O DVD Some Kind of Monster exibe cenas do que o artista categoriza como “hobby”. (mais…)

17 Comentários

-

Leia mais aqui
27

jan 10

Categorias: Avisos do Blog

Leia: Ser professor do ensino básico é subemprego no Brasil

(o post completo e seus comentários estão lá)

Nenhum comentário

-

Leia mais aqui