Artigo
01

nov 2017

Construa seu mundo melhor

Imagem: melhorcomdeus.com.br

Obs.: Este artigo não dirige indiretas a nenhuma página social dedicada a retrucar a direita, mas sim a indivíduos que têm tido a atitude descrita a seguir.

Muito se diz que estamos em tempos sombrios, que o pessimismo reina, que o povo está sem forças para reagir aos demandos do governo Temer e de sua base aliada.

Nesse contexto, a maioria das pessoas está desanimada e apática com tudo que tem acontecido. Já não consegue mais manifestar de maneira ativa e politizada sua indignação.

Ao mesmo tempo, a intolerância reina soberana nos dois lados do espectro político. De um lado, a direita abusa dos discursos de ódio e das incitações a crimes violentos e cria um culto a políticos que sonham em se tornar ditadores. E do outro, a esquerda xinga e critica destrutivamente os “coxinhas” “massas de manobra” e os “pobres de direita”, sem o mínimo de interesse aparente de dialogar, conscientizá-los e conquistar-lhes o apoio para um eventual projeto progressista, democrático e cidadão de sociedade.

E aí muitos perguntam: o que fazer? Como reagir, ainda que individualmente, a esses tempos de derrotismo cívico e hostilidades mútuas e tomar uma atitude que se distinga da violenta desordem que se instaurou?

Tenho a satisfação de lhe dizer que existem sim pelo menos dez maneiras de fazer a sua parte para ajudar a recarregar as energias das outras pessoas e diminuir o incêndio político e ético-moral que o Brasil está sofrendo. E o melhor: várias delas podem produzir um efeito cascata virtuoso e influenciar outras pessoas a adotarem os mesmos comportamentos.

Conheça-as (ou relembre-as), e veja as luzes da esperança ressurgirem no horizonte. (mais…)

Nenhum comentário

-

Leia mais aqui