Artigo
08

maio 2016

fora-michel-temer

Milhões de brasileiros poderão se tornar vítimas da degradação da saúde mental, do aumento da violência nas cidades e no campo, do suicídio em situações de extremo desespero, da fome e das doenças de origem socioambiental

Dilma Rousseff está muito perto de ser afastada da presidência, caso o Senado acolha o processo de impeachment. E Michel Temer, já nesta semana, poderá assumir e impor contra a vontade popular uma sombria agenda política de arrochos socioeconômicos, privação de direitos, precarização dos serviços públicos e do trabalho assalariado e privatizações em massa. Com isso não é imprudente dizer que, se apoiar o #ForaDilma era uma questão de ideologia conservadora e influência midiática, amanhã defender o #ForaTemer e posteriores eleições gerais poderá ser, em última análise, questão de sobrevivência para um sem-número de pessoas. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui