Antimilitarismo
06

abr 2015

bandido-bom-morto

Obs.: Leia o texto antes de prejulgá-lo pelo título.

por Leide Fuzeto Gameiro

Bandido bom é bandido morto.  Acho que já disse que essa frase me irrita. Primeiro pela falta de lógica. Para ser bandido é preciso estar vivo, morto ninguém é nem bandido, nem bom e nem mau, é só morto. Segundo pelo simplismo que ela encerra, reduzindo tudo erroneamente à uma questão entre bem e mal. Terceiro pela carga ideológica que ela traz. As pessoas saem repetindo sem perceber que uma frase pode representar toda uma ideologia que não representa seus verdadeiros interesses. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
12

dez 2014

bandido-bom-morto

por Ramon Kayo, extraído do site Medium

Espectro político trata fundamentalmente de economia. Você acha que a propriedade privada é a raíz de todo o mal? Vá para a esquerda. Você acha que a propriedade privada pode resolver problemas? Vá para a direita. (Nota do Consciencia.blog.br: Tenho discordâncias sobre isso, mas esse não é o problema a ser focado neste post)

Agora, deixe isso de lado. Não me importa, porque o ponto que quero discutir neste texto é comum a todos. (mais…)

10 Comentários

-

Leia mais aqui
25

ago 2014

bandido

É recorrente uma situação estrelada por muita gente que demanda soluções conservadoraspara problemas como violência urbana e corrupção política. Quando sofrem ou tomam conhecimento de um crime como um assalto à mão armada ou um flagra de corrupção vindo de um político do PT, vociferam pelo enrijecimento radical da lei penal vigente. Pedem por mais força policial, penas prisionais mais compridas, pena de morte, prerrogativa para policiais de matar criminosos pegos em flagrante. Mas na primeira oportunidade que aparece de mandarem a própria lei às favas para fins como vingança e descarrego de ódio, o fazem, seja promovendo, demandando, apoiando ou consentindo a violação legal. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui
29

maio 2014

bandido-bom-morto

Desde sempre acontecem, com certa frequência, crimes muito cruéis envolvendo tortura e assassinato de inocentes por criminosos, que despertam uma reação altamente indignada na sociedade. Nessa reação, é comum surgir declarações impulsivas que demandam, por exemplo, pena de morte, redução da maioridade penal, liberação do porte e posse de armas, entre outras reivindicações baseadas muito mais na emoção do que na razão. Diante disso, pode ser difícil aceitar, mas esses acontecimentos mostram como não devemos deixar que impulsos de raiva e de sede de vingança guiem nossas demandas por providências em prol da erradicação da violência. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
14

jan 2014

bandido-bom-morto

A cada crime brutal, como chacinas, homicídios multiplamente qualificados, tortura não policial, estupros em série e latrocínios, grande parte da sociedade manifesta uma enorme revolta e, deixando-se levar pelo ódio contra seus autores e pela inadmissível possibilidade de também se tornar vítima deles, defende que a polícia vingue as vítimas de tais delitos. Incitam que a polícia os prenda, os torture e os jogue em penitenciárias que pouco deixam a dever às masmorras da Europa medieval. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui