Artigo
18

out 2014

Dizer ter orgulho de viver num "Brasil conservador" implica ~necessariamente~ ter orgulho de ver perpetuado o estado de coisas que inspira charges como essa.

Dizer ter orgulho de viver num “Brasil conservador” implica ~necessariamente~ ter orgulho de ver perpetuado o estado de coisas que inspira charges como essa.

Depois dos resultados do primeiro turno das eleições de 2014, muitos brasileiros argumentaram que o cenário político brasileiro foi “realinhado” com o perfil do eleitorado, alegadamente “muito conservador”. E muitos direitistas tomaram isso como motivo de orgulho. Para eles, nada mais “feliz” do que pertencer a um “país conservador” apegado aos “valores da tradição” e “da moral e dos bons costumes”. Vale então questioná-los sobre do que estão se orgulhando mesmo. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui