Direitos Humanos

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
03

set 2012

O padrão racista de beleza predominante no Brasil prevaleceu de novo, e novamente negras e mulatas foram excluídas de uma final de concurso de beleza. Dessa vez foi no concurso Musa do Brasileirão 2012, promovido pela Globo. Das vinte finalistas, todas são brancas, e nove são loiras, numa óbvia desproporção em relação à população feminina brasileira, composta de negras, mulatas, pardas, indígenas e descendentes de indígenas, orientais, brancas loiras e brancas morenas e outras categorias minoritárias.

Finalistas do concurso Musa do Brasileirão 2012. A exclusão racial prevaleceu de novo.

Fica novamente evidente que o gosto da maioria dos brasileiros por brancas e a rejeição dos mesmos pela beleza das negras e mulatas vai muito além de mero gosto pessoal. É um gosto socialmente construído, com base numa sociedade secularmente racista, que privilegia tudo que é europeu e menospreza e maltrata aquilo que vem e descende da África.

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui