Arquivo Direitos Animais/Veganismo

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
29

abr 2012

De obras tentativamente de “conscientização” que acabam se tornando obradas incitadoras de antipatia contra a causa divulgada, a internet está cheia. A imagem abaixo, que vi em meu mural do Facebook nos meados de abril, é um grande exemplo de como não se deve divulgar o vegetarianismo:

"CALE A BOCA!" - Isso é algo que se diga a alguém que se pretende educar?

A pessoa que fez essa pérola de fato não sabe como funciona o meme do Willy Wonka de 1971, o famoso “Conte-me mais”. E ainda conseguiu tornar algumas pessoas mais antipáticas à causa veg(etari)ana – e, quem sabe, criar pelo menos um alfacista, que passará a dedicar parte de seu tempo livre pentelhando e ofendendo veg(etari)anos a esmo. E acha, infelizmente, que mandar calar a boca e negar a capacidade moral das  pessoas é uma boa maneira de fazê-las repensar seus hábitos alimentares.

A quem vem dominando ao longo dos anos a arte de educar informalmente e conscientizar, já estava claro desde quando esta imagem foi criada que ela é obviamente grosseira e totalmente imprópria para uso em militância veg(etari)ana virtual. A quem ainda vem aprendendo, fica a dica: evitem usar imagens, mesmo de memes virtuais, que usem de grosseria e impositividade. O que faz pessoas pensarem são mensagens inteligentes e questionamentos incisivos (e respeitosos). Mandar calar a boca e dizer que o interlocutor não tem moral para falar de dado assunto só irá torná-lo inimigo da causa divulgada.

6 Comentários

-

Leia mais aqui