Artigo
26

nov 2016

Comunismo e fascismo: dois termos muito banalizados e desconceitualizados

Nos discursos políticos de senso comum, talvez você tenha percebido algo incômodo, ou mesmo incida nesse algo.

Na direita, chama-se a torto e a direito pessoas de esquerda de “comunistas”, e políticas que destoem do conservadorismo radical e do neoliberalismo de “comunismo”.

E na esquerda, muitos vivem chamando políticos e cidadãos adeptos de políticas e atitudes antidemocráticas quaisquer de “fascistas”. (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui
26

jun 2016

O comunismo propriamente dito é totalmente diferente do espantalho monstruoso que a direita cria para amedrontar as pessoas e fazê-las aceitar serem politicamente controladas

O comunismo propriamente dito é totalmente diferente do espantalho monstruoso que a direita cria para amedrontar as pessoas e fazê-las aceitar serem politicamente controladas

Matanças, perseguição religiosa, confisco de propriedade… Se você tem medo que o comunismo traga tudo isso, não se preocupe: esses males já são muito comuns no capitalismo

Uma característica muito forte do reacionarismo é o medo do “comunismo”, que sequer recebe uma definição clara nesse sistema de crenças. Para muitos, comunismo representa “tudo de ruim” e já teria sido experimentado, com consequências catastróficas, nos países do antigo bloco “socialista real”, como União Soviética, Cuba, Coreia do Norte, Camboja e, mais recentemente, Venezuela. Só que tanto essas nações não vivenciaram realmente experiências comunistas, como tudo o que os reacionários temem que viesse a ocorrer após uma hipotética “implantação do comunismo” no Brasil já acontece por aqui o tempo todo, no capitalismo mesmo, e eles não sabem ou não ligam mesmo. (mais…)

4 Comentários

-

Leia mais aqui
11

jan 2016

Conheçam Joe, o espantalho

Conheçam Joe, o espantalho

Joe, o espantalho, é um personagem extremamente comum nos discursos de conservadores – inclusos aqueles que se dizem “liberais” por defenderem capitalismo, privatizações e Estado mínimo mas são adeptos ferrenhos do conservadorismo político, social e moral. Ele é aquilo que muitos deles dizem que todo mundo da esquerda no Brasil é: um defensor apaixonado de uma forma exagerada de stalinismo – ou, como preferem falar, um “comunista totalitário”. (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui