Artigo
26

nov 2016

Comunismo e fascismo: dois termos muito banalizados e desconceitualizados

Nos discursos políticos de senso comum, talvez você tenha percebido algo incômodo, ou mesmo incida nesse algo.

Na direita, chama-se a torto e a direito pessoas de esquerda de “comunistas”, e políticas que destoem do conservadorismo radical e do neoliberalismo de “comunismo”.

E na esquerda, muitos vivem chamando políticos e cidadãos adeptos de políticas e atitudes antidemocráticas quaisquer de “fascistas”. (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
24

ago 2011

Em divulgação do estudo O novo mapa das religiões da FGV (Fundação Getúlio Vargas), os sites da BBC Brasil (que o Estadão reproduziu) e da Carta Capital confundiram pessoas sem religião com pessoas descrentes em divindades. Segundo eles, todos os irreligiosos, cuja participação no total da população brasileira cresceu de 5,1% em 2003 para 6,7% em 2009, são ateus ou agnósticos*.

página da ATEA (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos) no Facebook reclamou: “Assim é CLARO que ninguém nota que o IBGE não conta os ateus!” (grifo do autor) – em referência ao fato de que, segundo a BBC, “o levantamento foi feito a partir de dados de mais de 200 mil entrevistas da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), do IBGE”. Essa reclamação expõe um dos maiores defeitos dos censos e pesquisas de amostragem do instituto: colocar num mesmo balaio pessoas de crenças e descrenças muito diferentes. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui