Artigo
18

abr 2016

golpe-no-congresso

O Congresso foi cenário de uma das etapas de um golpe de Estado em andamento, que nada tem a ver com combate à corrupção ou pedaladas fiscais

“Por algum valor conservador, que eu próprio agrido, que não tem nada a ver com as pedaladas fiscais de Dilma, meu voto é sim” – isso resume quase todos os votos a favor do impeachment de Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados ontem. A ausência da razão formal que sustentou o pedido de impeachment na votação deixa mais claro do que nunca: o impedimento dela não tem nada a ver com responsabilidade fiscal, honestidade ou combate à corrupção. Mas sim com a consagração de um projeto de poder conservador e antipopular que precisa demolir a democracia para ser realizado. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui