Direitos Humanos
02

abr 2014

falta-de-deus

Um artigo publicado hoje de manhã no portal Midia News, intitulado “Cartas para Deus”, do professor Licio Malheiros, faz coro a outros religiosos que parecem desconhecer a existência de pessoas que não compartilham da crença no mesmo Deus deles. Em três momentos do texto, ele se queixa que “Deus tem sido colocado em segundo plano na vida de muitas pessoas”, o que tem um efeito dúbio. (mais…)

29 Comentários

-

Leia mais aqui
22

fev 2014

padre-marcelo-de-novo

Aviso: Este post não é uma página do site oficial de Padre Marcelo. E a caixa de comentários daqui não são um canal de comunicação com ele. Se você chegou aqui na intenção de mandar uma mensagem de apoio ao padre pelos problemas que ele tem passado, envie pelo site oficial dele.

Editado em 12/10/14 às 20h30. O título foi modificado para que não se pense que a “depressão, ansiedade e angústia” seriam dele – quando na verdade ele se referiu a pessoas “sem Deus”.

A guerra do Padre Marcelo Rossi contra a descrença em Deus continua. No artigo de hoje da sua coluna no portal O Tempo, intitulado “A calma e a clareza vêm de Jesus”, ele deu um intervalo às acusações contra a “ausência de Deus” por causar a violência urbana e passou a associá-la ao transtorno de ansiedade e à depressão. E coloca a crença na divindade de Jesus como “única cura” desses problemas.

Ele afirma em seu texto: (mais…)

76 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
21

set 2013

falta-de-deus

Mesmo com a população ateia crescendo e se tornando cada vez mais visível, ainda há muitos cristãos espalhando mitos sobre a “falta de Deus” ser “razão” para casos extremos de violência. Foi o caso de um texto intitulado “Nada justifica!“, escrito por Issa Farah e publicado no portal Clic Folha na noite de ontem. Tal como os diversos textos denunciados por aqui, esse artigo insiste que “a falta de Deus no coração das pessoas” é a “grande causa” para a ocorrência de crimes que chocaram o Brasil, como o massacre da família de PMs (em que o filho de 13 anos, também morto, chegou a ser acusado de matar os pais) e o assassinato da família inteira por um pai que dizia não conseguir sustentá-la. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
28

mar 2013

ausencia-de-deus

A internet brasileira é cheia de artigos de colunistas, sacerdotes cristãos ou não, falando mal, com bastante preconceito, da não crença em Deus (especificamente no Deus cristão ou, no máximo da abrangência, abraâmico), e hoje veio ao ar mais um desses textos. Escrito por José Ouverney, colunista do Portal R3, o artigo “Sandália da humildade!”, que fala do papa Francisco I, lançou essa pérola antes de alternar da prosa à poesia:

A ausência de Deus nos corações das pessoas mina os sentimentos de fraternidade, respeito, tolerância… Destrói a sensibilidade. E, principalmente, alimenta a vaidade, o egoísmo, a inveja, o rancor. Não estou dizendo nada de novo. Todos nós já sabemos disso.

O trecho estranhamente foge do contexto do que o artigo fala, partindo de falar da missão de Francisco para esse minuto de preconceito, segundo o qual a descrença em Deus (afinal, pessoas que não acreditam em Deus naturalmente não o terão nos seus corações) implica os mais diversos males, apagando virtudes e alimentando desqualidades. Parece ser mais um reflexo da falsa crença binária segundo a qual todos os seres humanos se dividem em cristãos fiéis e cristãos rebeldes, não existindo irreligiosos nem outras religiões.

Protestos educados devem ser enviados aos comentários do texto.

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
20

mar 2013

papa-francisco

O papa agora é outro, mas o preconceito contra quem “não tem Deus no coração” é o mesmo. Francisco I herdou de Bento XVI a velha intolerância contra quem vê vida fora da crença em Deus. Num encontro com líderes religiosos na manhã de hoje, o papa afirmou: “Somos testemunhos de quanta violência é provocada pela falta de Deus na humanidade”, na tentativa de conclamar as religiões não católicas a, presumivelmente, não deixarem que a “falta de Deus” “condene” os seres humanos.

Com tal frase, o discurso dele aparenta ser de aproximação com outras religiões monoteístas, mas mostra afastamento perante os ateus e os adeptos de religiões politeístas que não acreditam no deus único dos cristãos. Não era de surpreender, visto que Francisco nada mais é do que apenas mais um papa conservador na história da igualmente conservadora Igreja Católica.

Os ateus estão de olho nos discursos que Francisco I dará durante seu papado, dispostos a se defender tão logo ele vá demonstrando mais preconceito contra quem vive bem sem acreditar em Deus.

8 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
08

jan 2013

somos-po-sem-deus

De tempos em tempos aparecem na mídia artigos de pessoas excessivamente religiosas despejando moralismo, credocentrismo e preconceito contra quem não segue suas crenças e ditames arbitrários. E hoje foi ao ar, no portal O Nortão, mais um desses textos, de alguém – o articulista João Antonio Pagliosa – que aparentemente não conhece nenhum ateu ou não admite que ateus e outros não cristãos existam.

Nos primeiros seis parágrafos, três momentos de preconceito contra quem não acredita no Deus cristão aparecem: (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
22

dez 2012

As postagens regulares voltam em janeiro, mas o recesso do blog não impede que posts ocasionais apareçam.

principe-da-paz

Mais um clérigo católico vomita preconceito contra ateus em um artigo de internet. Em artigo intitulado “O Príncipe da Paz”, publicado pouco depois da meia-noite de hoje no JM Online, o arcebispo Dom Paulo Mendes Peixoto ataca o secularismo e o ateísmo, tentando convencer os leitores de que só o cristianismo pode “salvar” a sociedade.

Abaixo, os trechos preconceituosos – o artigo inteiro é uma massa de preconceito, mas há os piores:

Os acontecimentos falam por si mesmos. Os casos de assassinatos vão se repetindo a cada dia, revelando uma cultura que gera loucos. O mundo não tem levado em conta Aquele que é o Príncipe da Paz. Uma sociedade sem Deus perde o equilíbrio e passa a agredir as pessoas. Realidade que estamos assistindo a todo momento.

(…) (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
19

nov 2012

Nove meses depois de ter sido denunciado aqui no blog, o arcebispo de Maringá/PR Dom Anuar Battisti repete sua dose de preconceito contra os ateus e o ateísmo. Em artigo, postado hoje, intitulado “Nós é que estamos hoje presos”, num blog reservado a ele no portal ODiario.com (que também havia consentido o episódio preconceituoso de fevereiro), ele reincide no preconceito ao culpar o ateísmo pela violência urbana e pela “desorientação” moral.

Os trechos abaixo são os que mais chamam atenção:

Acredito que a razão base de toda a violência é a falta de Deus. Desde a concepção o homem e a mulher são influenciados e influenciam tanto para o bem como para o mal.

O distanciamento de uma experiência do Deus Amor, de um Deus presente, que ama a todos, que não condena o pecador e sim o pecado, leva qualquer pessoa ao temor de Deus. Todo aquele que teme a Deus, ou seja, que coloca Deus em primeiro lugar, jamais vai roubar, assaltar, matar, usar qualquer tipo de violência. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
15

set 2012

Denúncia da leitora Marina Oliveira me levou a este texto, intitulado “O que está acontecendo com as famílias, minha gente?” e escrito nessa semana. Um trecho novamente cai no mito “dateno-russomanniano” de que a religião seria necessária para tornar uma sociedade mais ética:

E digo mais, ensinamos os nossos filhos é com exemplos e não com discursos. Crianças deste tipo, que isolam os nossos filhos por não viajarem a Disney 3 vezes ao ano, são ensinadas dentro de casa vendo os pais lidando assim com a vida.

E sabe o que eu acho? Esse povo precisa é de Deus, de fé e de olhar lá fora como estão as pessoas, a realidade, o mundo.

Dão tudo aos filhos e não dão limites e criam monstros.

E a frase onde destaquei o trecho credocêntrico é uma contradição gritante. A autora diz que a sociedade precisa “olhar lá fora como estão as pessoas, a realidade, o mundo”, mas fecha os olhos perante o fato da realidade de que as pessoas que não acreditam em Deus são vítimas de preconceito feroz ao redor do mundo – e ela está engrossando esse preconceito, ao repetir o mito de que “sem Deus não existe ética” -, ou ela sequer conhece esse aspecto da realidade.

Marina, a leitora a quem agradeço pela denúncia, respondeu nos comentários do texto, com muita propriedade: (mais…)

7 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
05

set 2012

A imagem abaixo, denunciada a mim por um leitor meu, faz o que Celso Russomanno fez: associa a ética de uma pessoa a ser cristão e frequentar igrejas:

A imagem obviamente falta com a verdade, já que nos presídios não faltam cristãos praticantes, muitos deles a empunhar uma bíblia na mão e a lê-la na cela. E insinua que, por exemplo, ateus são propensos ao crime, já que não teriam a “orientação moral” das igrejas.

Contra esse tipo de imagem, os ateus devem continuar fazendo ciberativismo contra esse tipo de preconceito, mostrando dados que refutem o mito de que “religião dá moralidade às pessoas”.

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui