Artigo
18

dez 2015

voto-capital

Algo muito comum num regime dito democrático representativo é votar em políticos que defendem abertamente os interesses de grandes empresas em detrimento do interesse público. São pessoas que vão além de ser financiadas por corporações e outros grupos de influência nas eleições: servem como representantes fiéis delas, mesmo que isso signifique rasgar os votos populares que receberam. É preciso constatar: cada voto dedicado a gente desse tipo é uma marretada nos pilares da democracia, e de golpe em golpe de marreta ela poderá desmoronar se isso não parar. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
15

jul 2014

festa-da-democracia

Resposta ao artigo “Eleições 2014: a festa da democracia brasileira”, do vereador goianiense Anselmo Pereira

Apesar de todas as provas de fracasso, as eleições de representantes ainda são consideradas por muitos uma “festa da democracia”, na qual o eleitorado “exerce a soberania popular”. Não é preciso muito para que seja percebido que, ao contrário do que essas pessoas ainda acreditam, o sistema político representativo baseado em eleição de integrantes dos poderes Executivo e Legislativo, no Brasil e em tantos outros países, está falido enquanto promotor de governos orientados ao interesse público e à justiça social. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
24

jan 2014

Se Mafalda lesse o que a direita brasileira defende como "democracia", aí que iria morrer de rir mesmo.

Se Mafalda lesse o que a direita brasileira defende como “democracia”, aí que ela iria morrer de rir mesmo.

Os direitistas brasileiros costumam dizer que a direita, desde a conservadora até a “libertária”, defende a democracia, inclusive colocando-se às vezes como “protetores” do regime democrático diante da “ameaça comunista (sic) totalitária”. Mas, quando analisamos melhor o que esses “democratas” têm ou não têm defendido, percebemos que eles podem ser qualquer coisa, menos defensores de uma democracia propriamente dita, um governo realmente controlado e administrado pelo povo. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
07

out 2012

Um acontecimento esdrúxulo proporcionado pelo regulamento eleitoral proporcional tirou de Edilson Silva (PSOL), 3º lugar na eleição para vereador do Recife, a vaga de vereador. Isso certamente deixou os mais de 13 mil recifenses que votaram nele desiludidos (em todos os sentidos da palavra) ante o sistema brasileiro de “democracia” representativa.

Por causa de lei eleitoral bizarra, 13.661 votos são jogados fora e o terceiro colocado na eleição para vereador do Recife é deixado de fora da Câmara Municipal, deixando esquerda fora do Poder Legislativo do Recife. Fonte: http://placar.eleicoes.uol.com.br/2012/1turno/pe/recife

Mesmo com 13.661 votos, sendo o terceiro mais votado, cativado por uma grande parcela do povo recifense, a lei eleitoral cometeu o absurdo de impedir que ele fosse eleito, enquanto o virtualmente desconhecido Eduardo Chera, do PTN, foi eleito com 4.205 votos. (mais…)

26 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
29

ago 2012

Abaixo está um vídeo, do Consciencia.VLOG.br, que pode ou fazer as pessoas se questionarem sobre o sistema político em que vivemos imersos, ou atrair críticas da direita liberal. Ele mostra por que eu não pretendo me candidatar a mandatos políticos em momento nenhum da vida.

6 Comentários

-

Leia mais aqui