Artigo
16

nov 2015

Protestos de junho de 2013, momento em que milhões de pessoas declararam sua rejeição perante a ordem representativa vigente, mas não conseguiram sugerir nada no lugar

Protestos de junho de 2013, momento em que milhões de pessoas declararam sua rejeição perante a ordem representativa vigente, mas não conseguiram sugerir nada no lugar

Em junho de 2013, explodiu entre a juventude brasileira o desejo de que o sistema político representativo baseado em partidos e eleições seja superado no Brasil e substituído, mesmo que gradualmente, por uma democracia muito mais direta e popular. Mas de lá para cá nada foi feito nem para se buscar implantar essa nova ordem, nem sequer para se sugerir no que ela consistirá e como ela surgirá no país. Nessas horas, eu penso: comecemos logo a pensar essa mudança – e como aplicá-la num Brasil que recrudesceu na representatividade conservadora –, ou então recuemos nesse sonho, mesmo que temporariamente, e pensemos pragmaticamente em buscar eleger mais candidatos de esquerda no representativismo tradicional. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui