Declarações de Outras Pessoas

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
11

abr 2011

Atualização (12/04/11, 23h22): O artigo não é de autoria de Jota Oliveira, embora ele seja cúmplice por tê-lo reproduzido, mas sim supostamente da empresária Glória Kalil. O texto “dela” se chama Ser chique sempre. E outro detalhe bastante importante é que mesmo a autoria atribuída a Glória Kalil é questionável, visto que não há uma fonte original do texto e, tal como uma lenda urbana, ele circula apenas em blogs e fóruns – alguns dão a fonte como o site dela – http://chic.ig.com.br, mas o texto não está lá (ou não mais). No entanto, vale continuar dirigindo protestos a Jota Oliveira, visto que ele consente e aprova esse texto claramente intolerante contra ateístas.

Atualização (25/09/11): Recebi informação nos comentários de que o texto realmente não é de Glória Kalil, sendo na verdade um plágio do texto Ser chique, uma questão de atitude de Gilka Maria, extraído do livro A quem interessar possa. E a passagem sobre ateísmo sequer constaria no texto de Gilka, tendo sido na verdade uma inserção maliciosa por parte de algum religioso intolerante mal intencionado.

Mais uma denúncia do blog Ateus Atentos sobre mais uma injúria religiosa vinda de formadoræs de opinião:

No texto “Carpe diem!”, publicado ontem pelo jornal Tribuna do Norte, Jota Oliveira afirmou:

Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios. Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite! Chique do chique é não se iludir com “trocentas” plásticas do físico… Quando se pretende corrigir o caráter: não há plástica que salve grosseria, incompetência, mentira, fraude, agressão, intolerância, ateísmo… falsidade. Mas, para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de o quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos terminar da mesma maneira, mortos sem levar nada material deste mundo. Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem, que não seja correta. Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour! Porque, no final das contas, chique mesmo é Crer em Deus! Investir em conhecimento pode nos tornar sábios… mas, Amor e Fé nos tornam humanos! (Glória Kalil)

Em suma: para o autor, ateísmo não apenas é uma qualidade absolutamente indesejável e até criminosa (tanto quanto grosseria, incompetência, mentira, fraude, agressão e intolerância). Mais do que isso, além de não sermos “chiques”, uma qualidade igualada por ele a tudo que existe bom, também somos menos humanos porque não temos fé. PROTESTE!

O mais importante é enviar correspondência ao jornal, pois isso o pressiona a ceder direito de resposta, publicar cartas que outros leitores possam ver e policiar publicações preconceituosas. O email é pauta@tribunadonorte.com.br.

Para quem quiser contatar também o autor:

http://twitter.com/jota_oliveira

jotaoliveira@jotaoliveira.blog.br

25 Comentários

-

Leia mais aqui