Consciencia.VLOG.br

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
05

dez 2012

Obs.: Este post se inclui na categoria Preconceito contra ateus porque, como exponho no vídeo, a frase “Deus seja louvado” nas cédulas de real insinua que os ateus são mentirosos e infiéis ao não louvar ao deus oficiosa e ilegalmente reconhecido pelo Estado brasileiro.

O vídeo de hoje (na verdade gravado e levado ao ar ontem) do Consciencia.VLOG.br é uma resposta à decisão da Advocacia-Geral da União de manter a inconstitucional frase religiosa “Deus seja louvado” nas notas de real.

A decisão foi absurda, cheia de falácias e carregada de um “autismo” jurídico ao tornar letra morta o Artigo 19 da Constituição Federal, arrogar que o Estado brasileiro tem o direito de louvar uma “entidade superior de algumas religiões” e ignorar mesmo a existência de pessoas que se opõem à manutenção de tal frase no dinheiro brasileiro.

Abaixo, as duas partes do vídeo: (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
24

nov 2012

Depois que o Ministério Público Federal ordenou a retirada da famigerada frase “Deus seja louvado” (aqui abreviado como DSL para fins práticos), apareceram diversas formas, que se tornaram muito comuns, de desdenhar a medida. Tendo em vista essa reação à providência do MPF, deve-se esclarecer tanto sobre a importância dela como por que os argumentos contrários não convêm.

Queira-se ou não, a medida do MPF faz valer a laicidade do Estado brasileiro, tornando-a mais próxima da realidade. Ela é um valor essencial para a liberdade religiosa e para a garantia dos direitos de 100% dos cidadãos brasileiros, independente de terem ou não uma religião e qual crença religiosa professam. Num Estado confessionário, assumidamente não laico, apenas os adeptos da religião oficial têm direitos integrais, enquanto as minorias pertencentes a outras crenças e descrenças tendem a ter direitos limitados em comparação com a maioria adepta da religião estatal.

Já no Estado laico, que não declara fé a nenhuma divindade e religião nem é oficialmente ateísta, todos os governados têm os mesmos direitos, em especial à liberdade de crença e descrença, e idealmente religião nenhuma tem o poder de impor sua compreensão de mundo sobre outras pessoas através dos meios estatais. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
13

nov 2012

José Sarney, coronel do Maranhão, ex-presidente e “senador vitalício de fato”, desconhece a Constituição que foi promulgada durante o próprio mandato dele. Não sabe que o Artigo 19 da carta magna brasileira estabelece que o Estado não deve estabelecer aliança com nenhuma religião e deve ser neutro em termo de crença ou descrença religiosa. Esse desconhecimento, convertido em ignorância no seu pior sentido, foi demonstrado hoje em entrevista ao G1, ocasião em que ele criticou vaziamente a decisão do Ministério Público Federal de exigir a retirada da famigerada e inconstitucional frase “Deus seja louvado” das cédulas de real.

Na ocasião, ele falou essa seguinte pérola:

Eu acho que é uma falta do que fazer, porque, na realidade, precisamos cada vez mais ter a consciência da nossa gratidão a Deus por tudo o que ele fez por todos nós humanos e pela criação do universo. Nós não podemos jamais perder o dado espiritual. Eu tenho pena do homem que na face da terra não acredita em Deus. (mais…)

4 Comentários

-

Leia mais aqui