Artigo
11

nov 2015

Milhões de famílias, mulheres, pessoas trans e adolescentes são alvos dos conservadores fundamentalistas

Milhões de famílias, mulheres, pessoas trans e adolescentes são alvos dos conservadores fundamentalistas

Aviso de conteúdo traumático: o conteúdo deste texto pode acionar traumas em mulheres sobreviventes de abortos, vítimas de violência sexual, pessoas não heterossexuais e vítimas diversas de intolerância familiar.

Dizem os conservadores que estão “defendendo a vida e a família”, ao respectivamente se colocarem contra o direito da mulher de escolher entre interromper ou manter a gravidez e advogarem pela negação ou revogação das liberdades civis de pessoas não heterossexuais e casais homoafetivos e/ou não monogâmicos. Não sabem que, nessa empreitada contra direitos alheios, estão sendo nada além de cúmplices fundamentais da morte dolorosa de vidas humanas e da destruição de incontáveis famílias – incluindo muitas baseadas no modelo pai-mãe-filhos. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
01

nov 2015

Imagem "pró-vida" e sua misoginia desmascarada

Aviso de conteúdo traumático: o conteúdo do texto pode ser muito pesado para mulheres vítimas traumatizadas de violência, principalmente para sobreviventes de abortos clandestinos e violência sexual.

Muitos homens opõem-se fortemente ao direito das mulheres (e dos homens trans que não removeram o útero) de escolher entre abortar e continuar a gravidez. Dizem, como pretexto dessa oposição, que estão “defendendo a vida” e “impedindo o assassinato (sic) de crianças (sic)”. Sua alegação, porém, não tem nada de humanista. Pelo contrário, é uma manifestação de misoginia e esconde uma completa indiferença e falta de compaixão por vidas já nascidas e crescidas. (mais…)

4 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
06

fev 2013

silas-marilia-gabriela

Sem qualquer compromisso com a ética e a responsabilidade do usufruto da liberdade de imprensa e expressão, o SBT, segundo afirmou o site da Veja São Paulo, anunciou que quer dar voz de novo ao sacerdote do ódio Silas Malafaia, líder da Assembleia de “Deus” Vitória em “Cristo” (novamente, aspas nas duas palavras porque elas, sagradas para centenas de milhões de pessoas, são profanadas a cada vez que se repete o nome dessa igreja). Dessa vez ele deverá falar sobre aborto – aliás, o direito das mulheres de escolher abortar ou manter a gravidez – numa nova entrevista com Marília Gabriela.

Na madrugada do domingo para a segunda passados, ele foi entrevistado por Gabriela, depois da decisão antiética da emissora de dar vazão à exibição do preconceito homofóbico do pastor em rede nacional. O SBT obviamente sabia que ele é o mais conhecido opositor dos Direitos Humanos d@s LGBTs do Brasil, o mais alardeado formador de opiniões homofóbicas do país, mas pelo visto quis chamar atenção ao convidá-lo para uma entrevista com Gabi. E agora repete a dose, afrontando dessa vez as mulheres em idade reprodutiva, que, por causa da violação da laicidade constitucional do Estado brasileiro por cristãos fundamentalistas, continuam tendo negado, por uma das legislações mais atrasadas do planeta, o direito de escolher abortar em situações que não sejam estupro, risco de vida materna ou anencefalia fetal. (mais…)

8 Comentários

-

Leia mais aqui