Artigo
01

nov 2017

Construa seu mundo melhor

Imagem: melhorcomdeus.com.br

Obs.: Este artigo não dirige indiretas a nenhuma página social dedicada a retrucar a direita, mas sim a indivíduos que têm tido a atitude descrita a seguir.

Muito se diz que estamos em tempos sombrios, que o pessimismo reina, que o povo está sem forças para reagir aos demandos do governo Temer e de sua base aliada.

Nesse contexto, a maioria das pessoas está desanimada e apática com tudo que tem acontecido. Já não consegue mais manifestar de maneira ativa e politizada sua indignação.

Ao mesmo tempo, a intolerância reina soberana nos dois lados do espectro político. De um lado, a direita abusa dos discursos de ódio e das incitações a crimes violentos e cria um culto a políticos que sonham em se tornar ditadores. E do outro, a esquerda xinga e critica destrutivamente os “coxinhas” “massas de manobra” e os “pobres de direita”, sem o mínimo de interesse aparente de dialogar, conscientizá-los e conquistar-lhes o apoio para um eventual projeto progressista, democrático e cidadão de sociedade.

E aí muitos perguntam: o que fazer? Como reagir, ainda que individualmente, a esses tempos de derrotismo cívico e hostilidades mútuas e tomar uma atitude que se distinga da violenta desordem que se instaurou?

Tenho a satisfação de lhe dizer que existem sim pelo menos dez maneiras de fazer a sua parte para ajudar a recarregar as energias das outras pessoas e diminuir o incêndio político e ético-moral que o Brasil está sofrendo. E o melhor: várias delas podem produzir um efeito cascata virtuoso e influenciar outras pessoas a adotarem os mesmos comportamentos.

Conheça-as (ou relembre-as), e veja as luzes da esperança ressurgirem no horizonte. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
22

fev 2017

otimismo X pessimismo

Você tem sentido desânimo e pessimismo pelo momento político nacional e global?

Sente o medo do futuro esmagar os sonhos de outrora?

Pois a hora agora é de sentir um alívio no seu coração.

Neste artigo, com o intuito de semear a esperança no futuro e a das pessoas na sua capacidade própria de reviver seu espírito cidadão e transformador do mundo, respondo a dez alegações que percebo serem bastante comuns para justificar aqueles sentimentos tão negativos na época de hoje.

Convido você a ler as respostas a cada uma delas. Certamente este artigo fará você sorrir e sentir um alento que há tempos não sentia. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui
20

fev 2017

Esperança no futuro, nascer do sol

Foto: autoria desconhecida

Você tem sentido um desânimo, uma desesperança pelo futuro que nos espera?

O clima político no Brasil e no mundo como um todo lhe traz pessimismo e medo?

Se sim, saiba que há esperança, apesar de, à primeira vista, não parecer.

E o melhor de tudo é que provavelmente essa esperança poderá surgir de onde (ou de quem) você menos espera que apareça.

Saiba onde ela está dormindo, e como você mesmo(a) pode acordá-la e contribuir decisivamente para que os “tempos sombrios”, que tanto se tem lamentado, deem lugar à bonança. (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui
01

fev 2017

Esperança!

Você está desesperançoso(a) e pessimista em relação ao futuro do Brasil e do mundo?

As notícias ruins por aí estão te deixando para baixo, num estado de melancolia e descrença?

Tenho a alegria de dizer: a esperança está viva, e sempre viverá. O futuro tem sim solução – ou melhor, múltiplas soluções. E você pode resgatar essa esperança dentro de si o quanto antes. (mais…)

8 Comentários

-

Leia mais aqui
26

jan 2017

Frase de Harvey Spencer Lewis

Leia aqui a primeira parte deste artigo

Esta é a segunda e última parte do meu artigo que relata minha história político-ideológica. Trago aqui algumas reflexões sobre o que narrei na primeira parte.

Convido você a ler esta segunda parte para saber: que lições aquilo que você leu anteriormente pode nos trazer sobre o estado de coisas atual na política brasileira?

São ensinamentos muito interessantes, que podem inclusive reacender a esperança em você pelo futuro, caso esteja se sentindo pessimista, amedrontado e desesperançoso sobre o que nos espera nos próximos meses e anos. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui
16

jan 2017

Luz entre as nuvens

Foto: Elcio Douglas

Vislumbrar, numa livraria cheia de livros neoliberais, a esperança pelo renascimento da esquerda combativa, ao invés de pensar que “a direita venceu, tudo está perdido e tempos sombrios vêm aí”, e alegrar-se com isso – acredite, isso é possível.

Foi uma experiência bastante interessante que tive, no final de setembro de 2016, logo antes de viajar a São Paulo. O que vivenciei naqueles minutos é algo que você precisa saber para ganhar um sorriso no rosto.

É algo que poderá lhe trazer a visão, na mente, de um feixe de luz saindo do meio de nuvens cinzentas. Posso dizer que é um alento necessário nesta época que tem trazido tanto medo, derrotismo e desesperança às pessoas adeptas de convicções políticas progressistas. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
04

out 2016

Nunca pare de lutar. A essência da esquerda é a luta por um mundo melhor.

Adaptado e editado de postagem no meu perfil pessoal e na página do Consciencia.blog.br. Este artigo é uma exceção que dei nas minhas férias, as quais vão durar até 31 de outubro

Esse primeiro turno de eleições municipais foi de um imenso sofrimento e frustração para a esquerda brasileira.

Assistimos, muito consternados, à vitória do empresário tucano João Doria no primeiro turno em São Paulo, ao aprofundamento da decadência do PT no país inteiro, ao revigoramento do PSDB e do PMDB… enfim, à continuação do franco crescimento da direita partidária no país.

Só o Rio de Janeiro, entre as grandes cidades, vivenciou um crescimento resistente da esquerda, com Marcelo Freixo no segundo turno e a eleição de vários vereadores do PSOL.

Diante desse quadro eleitoral, a reação de boa parte, talvez a maioria, da esquerda tem sido de puro derrotismo e resignação. Vi diante dos meus olhos, na noite do dia 2 de outubro e no dia seguinte, uma parcela da esquerda que morreu por dentro. Tendo deixado de alimentar nas pessoas e em si mesma os sonhos de um mundo melhor e o propósito de lutar por esses sonhos, ela simplesmente perdeu o sentido de existir.

Aí nos perguntamos: e agora, o que fazer? Eu respondo: vamos sentar juntos para responder a essa indagação, e me permita trazer minhas sugestões. (mais…)

16 Comentários

-

Leia mais aqui