Antimilitarismo
18

jan 2016

eua-persiana

Extraído do site Pragmatismo Político. Artigo original por Antônio Santos

Maior população prisional do mundo, pobreza infantil acima dos 22%, nenhum subsídio de maternidade, graves carências no acesso à saúde… bem-vindos ao “paraíso americano”

Os EUA costumam se revelar ao mundo como os grandes defensores das liberdades, como a nação com a melhor qualidade de vida do planeta e que nada é melhor do que o “american way of life” (o modo de vida americano). A realidade, no entanto, é outra. Os EUA também têm telhado de vidro como a maioria dos países, a diferença é que as informações são constantemente camufladas. Confira abaixo 10 fatos pouco abordados pela mídia ocidental. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
02

maio 2011

O povo vai às ruas em euforia, sacudindo bandeiras, gritando o nome de seu país, comemorando tal como uma torcida. No Brasil e em inúmeros outros países, isso acontece na conquista do título de uma Copa do Mundo. Nos Estados Unidos, isso acontece em uma vitória militar – Osama Bin Laden oficialmente declarado morto.

Isso é a autência apoteose de uma cultura calcada no militarismo. É a contradição de um país que, ao mesmo tempo em que teoricamente provê liberdade, igualdade e democracia internamente, promove externamente uma cultura militar a fazer inveja a Roma, à Mongólia e a outros autoritários impérios militares de outrora. De um povo dito democrata que vibra com campanhas militares.

Obs.: não estou em anticomemoração à morte de Bin Laden, estou só comentando a consequente manifestação da cultura militarista do povo estadunidense.

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui