Artigo
16

jan 2016

Pessoas que apontaram, após a morte de David Bowie, que ele foi pedófilo e simpatizante do nazismo foram acusadas de querer que ele fosse um "santo". Só que há diferenças importantes entre ser "santo" e ser ético

Pessoas que apontaram, após a morte de David Bowie, que ele foi pedófilo e simpatizante do nazismo foram acusadas de querer que ele fosse um “santo”. Só que há diferenças importantes entre querer que famosos sejam “santos” e demandar que sejam éticos

O falecimento de David Bowie despertou uma discussão sobre celebridades que, apesar de terem um trabalho artístico admirável, eram ou são repulsivas como pessoas. Muitos acusaram de “moralistas” quem apontou que Bowie, apesar de talentoso, era um mau homem por ter simpatizado com o nazismo e estuprado fãs menores de idade (atos sexuais com quem não tem maturidade para entender e consentir a relação sexual são considerados estupro). Ficou então a confusão: criticou-se o cantor por não ter sido moralmente santo ou por não ter sido uma pessoa ética? E o que esperamos de artistas é que sejam “certinhos”, adeptos dos “bons costumes” da moral dominante em vigor, ou que respeitem outros seres sencientes em seu viver e não lhes façam mal? (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
28

maio 2015

Dar um "basta" à corrupção implica necessariamente eliminarmos o corrupto que reside dentro de nós mesmos

Dar um “basta” à corrupção implica necessariamente eliminarmos o corrupto que reside dentro de nós mesmos

Durante os governos de Lula e Dilma, tem crescido a “indignação” dos antipetistas contra as “roubalheiras do PT”, a ponto de crer ou parecer crer que bastará tirar Dilma Rousseff do poder à força e clandestinizar o PT que o Brasil será “curado” de toda ou da maioria de sua corrupção. Perde-se o foco, nessa preocupação seletiva, do fato de que a corrupção é muito mais arraigada na sociedade brasileira do que o antipetismo prega, e começa muitas vezes em nós mesmos, a partir dos menores e menos valiosos bens surrupiados. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui
22

maio 2015

Mussolini, exemplo de indivíduo cujos discursos destruíram vidas, portanto, alguém que pode ser tudo, menos admirável por "dizer o que pensava sem medo"

Mussolini, exemplo de indivíduo cujos discursos destruíram vidas, portanto, alguém que pode ser tudo, menos admirável por “dizer o que pensava sem medo”

Muita gente diz “admirar” nomes famigerados como Jair Bolsonaro, Marco Feliciano, Rachel Sheherazade e outros reacionários envolvidos com militarismo, fundamentalismo religioso e anti-humanismo, por serem pessoas que “falam o que pensam sem rodeios e sem se deixar intimidar”. O que não percebem é que “dizer o que pensa sem medo” não é uma razão válida de se admirar alguém, tampouco torna os discursos ditos “sem rodeios” pelo indivíduo aceitáveis. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
10

abr 2014

"Politicamente incorretos", incorretos apenas perante a ética. Para o status quo, eles são muito "corretos".

“Politicamente incorretos”, incorretos apenas perante a ética. Para o status quo, eles são muito “corretos”.

Ao longo desta década, a parcela de “humoristas” que se dizem orgulhosamente “politicamente incorretos” se tornou muito notória, com muitas pessoas os admirando e tantas outras os repudiando, com eles lhes despertando ambos os sentimentos por suas “piadas” racistas, homofóbicas, machistas-misóginas, antissemitas, especistas etc. Mas se formos pensar o termo “politicamente incorreto” ao pé da letra, perceberemos que essa categoria “humorística” é tudo menos politicamente incorreta. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
03

jan 2013

alimentos-de-origem-animalMuito já se mostrou, on e offline, de fatos e posicionamentos filosóficos dos Direitos Animais e do veg(etari)anismo – e muito ainda será mostrado. Mas ainda não é igualmente comum o ato de questionar as crenças de quem consome alimentos de origem animal. Há muito o que se questionar diretamente sobre a mitologia desenhada por quem come carne e outros derivados de origem animal sobre a (falta de) ética da relação escravista imposta pelo ser humano aos animais não humanos, os impactos ambientais desse escravismo no meio ambiente e as consequências do consumo alimentar onívoro na saúde humana.

Visto isso, é necessário dirigir diversas perguntas a quem ainda pensa pouco sobre sua alimentação, nos mais diversos âmbitos disciplinares. Elenco aqui 30 perguntas, algumas delas obtidas de colegas, outras minhas: (mais…)

18 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
17

mar 2012

Além de Yuri Grecco (vídeos dele respondidos aqui e aqui), outro vlogger defensor das experiências em animais não humanos é o amigo dele Pirulla25. Ele fez um vídeo para complementar o discurso de Yuri sobre pesquisas in vivo. E também teve uma resposta minha. Sendo que, no caso dele, houve agradecimentos meus por ele estar, não sei se intencionalmente, ajudando aos veg(etari)anos a reverem suas práticas mais equivocadas.
Abaixo, o vídeo de Pirulla e a minha resposta: (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
28

jun 2011

“Que triste! Esses pedófilos não têm Deus no coração!”. Assim foi a expressão de diversos religiosos no Twitter depois do caso do blog de pedofilia que foi alvo de campanha de denúncia em massa no site na madrugada de 26 para 27 de junho últimos. Numa investida coletiva contra pedófilos, quem acabou em parte pagando o pato foram os ateus, cuja descrença em divindades acabou sendo a ferramenta dos ateofóbicos para os equipararem a criminosos. Porque, afinal, para eles não existe o bem sem Deus, o que podemos explicar por diversos motivos. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
18

maio 2011

Estudiosos dos mais diversos ramos das ciências humanas e sociais-aplicadas, desde calouros até pós-doutores, já devem ter dado de cara com o texto abaixo, de autoria anônima, que circula desde em blogs pessoais até em slideshows de renomados professores. Negritos meus:

COMO NASCE UM PARADIGMA

Um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula, em cujo centro puseram uma escada e, sobre ela, um cacho de bananas. Quando um macaco subia a escada para apanhar as bananas, os cientistas lançavam um jato de água fria nos que estavam no chão. Depois de certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros enchiam-no de pancadas. Passado mais algum tempo, nenhum macaco subia mais a escada, apesar da tentação das bananas. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui