Antimilitarismo
30

abr 2015

Governos estaduais declaram guerra à educação básica, rejeitando negociação e, no caso do Paraná, mandando a PM reprimir professores com brutalidade. Enquanto isso, páginas de direita protegem governadoers silenciando-se ou declarando ódio aos docentes

Governos estaduais declaram guerra à educação básica, rejeitando negociação e, no caso do Paraná, mandando a PM reprimir professores com brutalidade. Enquanto isso, páginas de direita protegem governadoers silenciando-se ou declarando ódio aos docentes

As últimas semanas têm sido de uma quase literal guerra dos governos estaduais de estados como São Paulo, Paraná, Pernambuco e Santa Catarina, além da prefeitura de Goiânia, contra a educação básica. Os professores das redes públicas desses estados estão em greve há semanas e, ao invés de acenos por negociação, têm sido respondidos ou com negação e fechamento a negociações, ou – no caso do Paraná – com cruel violência pela PM a mando do governo estadual. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui