Antimilitarismo
04

maio 2014

Já que eu não trouxe abaixo pérolas "libertárias" e "anarcocapitalistas", a bandeira do "Brasil do ódio" serve perfeitamente a este post.

Já que eu não trouxe abaixo pérolas “libertárias” e “anarcocapitalistas”, a bandeira do “Brasil do ódio” serve perfeitamente a este post.

Leia aqui todos os posts da série de pérolas de páginas de direita do Facebook

TW (aviso): algumas pérolas contêm ódio elitista, machismo e misoginia, ódio político contra a esquerda, apologia a Jair Bolsonaro, apologia à violência contra crianças, apologia à ditadura militar, ódio aos Direitos Humanos, carnismo, homofobia, racismo velado, ódio contra ateus, apologia ao uso de armas, apologia à repressão armada contra a esquerda e movimentos sociais e apologia à violência armada.

Novamente trago o que eu tinha guardado de pérolas extraídas de páginas conservadoras e protofascistas no Facebook, conteúdo que estava guardado desde quando eu postei a coletânea especial das pérolas ligadas à “Marcha da Família”, ao golpe de 64 e à ditadura militar. Novamente, um show de falácias, ódio, fanatismo, ignorância, distorções da realidade, apelos à tirania militar, pregações de censura e violenta perseguição política contra a esquerda, aversão à liberdade política e à democracia (ainda que pouco haja de democracia de fato no Brasil), projeções psicanalíticas acusando esquerdistas de serem aquilo que os próprios direitistas costumam ser, ridicularizações, credulidade fanática ao que outros direitistas – como a mídia – dizem… (mais…)

19 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
02

set 2013

Foto: Fernando da Hora/LeiaJáImagens

Foto: Fernando da Hora/LeiaJáImagens

Muitas pessoas não sabem, mas os vendedores e pedintes que atuam nos ônibus do Recife e região metropolitana estão agindo na clandestinidade. Isso porque são proibidas por lei a venda e a mendicância nesse meio de transporte e até mesmo nos terminais, graças ao decreto municipal recifense 14.846/1991 e ao Artigo 99 do Regulamento dos Transportes Públicos de Passageiros da Região Metropolitana do Recife. É nessas horas que vemos a lei sendo usada não só para favorecer os mais ricos, como também criminalizar a pobreza dos mais humildes. (mais…)

13 Comentários

-

Leia mais aqui