Artigo
23

fev 2016

O discurso liberal "menos Estado = mais liberdade" funcionava no século 19, não hoje

O discurso liberal “menos Estado = mais liberdade” funcionava no século 19, não hoje

Frequentemente ouvimos pessoas declaradamente de direita promovendo discursos em prol do enxugamento do Estado e da redução dos impostos. O que esses indivíduos não percebem é que essa bandeira, de origem liberal, foi retirada do seu contexto histórico, e não convém mais numa época em que o Estado tem muito mais funções do que beneficiar e privilegiar uma elite e exercer força repressiva contra os governados das classes mais baixas. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
04

set 2015

menininho-sirio-morto-charge

Pessoas do mundo inteiro se chocaram com a foto do bebê sírio, filho de refugiados, que havia sido encontrado morto numa praia da Turquia. A imagem é a enésima amostra, obtida em mais de 150 anos de imperialismo europeu e estadunidense, de que o modelo civilizacional centrado no capitalismo e na modernidade é um modelo falido de civilização, tanto quanto os impérios desmoronados do passado. (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
13

fev 2014

Desconfie do discurso de quem defende ao mesmo tempo "menos Estado" e mais polícia/exército. Discursos assim não são pela segurança e pela paz, mas sim para outra coisa.

Desconfie do discurso de quem defende ao mesmo tempo “menos Estado” e mais polícia/exército. Discursos assim não são pela segurança e pela paz, mas sim para outra coisa.

A maioria da direita radical, dos “libertários” aos fascistas, defende uma presença forte do aparelho armado do Estado (polícia e forças armadas) na sociedade, de modo a “trazer segurança”, “manter a ordem” e “proteger a soberania nacional”. Mas curiosamente uma grande parcela dos direitistas, abrangendo principalmente conservadores contemporâneos, liberais livremercadistas e “libertários”, defende simultaneamente a diminuição de quase todos os poderes e competências do Estado. Em outras palavras, temos uma suposta contradição na direita, de pedir ao mesmo tempo por menos Estado e mais controle armado estatal. Mas percebendo melhor, isso não é uma contradição, mas sim um dos propósitos centrais dessa parcela do espectro político-ideológico moderno. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
26

jan 2014

Catracas, objetos que, alinhados bloqueando uma entrada a um lugar onde só se entra pagando, servem como grades intransponíveis a quem não pode pagar pelo acesso. Esse é só um dos tantos aspectos nada libertários do sistema que os direitistas defendem como um "sistema de liberdades".

Catracas, objetos que, alinhados bloqueando uma entrada a um lugar onde só se entra pagando, servem como grades intransponíveis a quem não pode pagar pelo acesso. Esse é só um dos tantos aspectos nada libertários do sistema que os direitistas defendem como um “sistema de liberdades”.

Exceto talvez os fascistas, a grande maioria da direita, pelo menos no Brasil, diz defender a liberdade. Os aspectos principais dessa defesa são a liberdade econômica, que consiste em o indivíduo acumular e usar seu dinheiro e sua propriedade privada como bem quiser, não ter que pagar tantos impostos e não ter a atuação da sua empresa regulada pelo Estado; o impedimento da instauração de uma ditadura socialista e a preservação da livre expressão. Mas não é difícil perceber que essa “liberdade” não é libertadora. Pelo contrário, paradoxalmente aprisiona todos os seres humanos num sistema acorrentador e castigador do qual ninguém poderá sair sem que ele seja derrubado. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui