Artigo
11

jun 2016

bundaco-e-lula

Em Brasília, alguns manifestantes preferiram baixar as calças a bradar por greve geral. Em São Paulo, Lula falou mal de “coxinhas”, pediu “por favor” para Temer e “prometeu” a volta do lulismo

Dois eventos polêmicos marcaram os protestos nacionais contra o golpe de Michel Temer ontem: o “bundaço” em Brasília e o problemático discurso do ex-presidente Lula em São Paulo. Tive uma péssima impressão de ambos os acontecimentos, que me fizeram temer por grande parte da esquerda brasileira atual. E penso: com pessoas preferindo fazer bundalelê a promover greve geral, esquecendo a necessidade de uma reforma política estrutural e apoiando Lula para ser um rei quase absoluto, e não um presidente de poderes constitucionalmente limitados, quem precisa de direita com uma esquerda dessa? (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui
03

nov 2014

coxinha-luta-pelo-fim-da-democracia

Foto de Cris Fraga/Fox Press/Estadão. Coxinhas e palavra “EU” inseridas por mim

Aviso: Artigo polêmico para quem defendeu Dilma na campanha eleitoral e para quem votou em Aécio sem compactuar com o reacionarismo e o antipetismo fanático

Uma verdade inconveniente está por trás do fatídico protesto de ódio à democracia realizado em São Paulo no último dia 1º: Dilma Rousseff, Lula e Aécio Neves têm suas parcelas de responsabilidade pelo acontecimento de tal evento. De maneiras distintas, os três ex-candidatos à presidência contribuíram para o fortalecimento do “movimento” reacionário que tem se alastrado na internet, semeado e manifestado diversos ódios – alguns deles criminosos – e ido às ruas pedir pela supressão da democracia e pela instauração de uma ditadura civil-militar de extrema-direita. (mais…)

7 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
03

jun 2013

Com modelo político lulista, as classes pobres brasileiras foram engessadas no conservadorismo consumista. Mal sabe Lula que, graças a isso, ele pode ser considerado um dos maiores traidores, senão o maior, da esquerda e da população oprimida do Brasil.

Com modelo político lulista, as classes pobres brasileiras foram engessadas no conservadorismo consumista. Mal sabe Lula que, graças a isso, ele pode ser considerado um dos maiores traidores, senão o maior, da esquerda e da população oprimida do Brasil.

Ivan Valente, do PSOL, escreveu um texto esclarecedor, que nos abre os olhos para o triste fato de que Lula fez bem mais pela expansão e consolidação do conservadorismo – e consequente esfriamento da luta de classe e da esperança por uma sociedade igualitária, democrática e justa – no Brasil do que muitos nomes da direita elitista nacional. Seu modelo político lulista, de subornar os pobres com benesses de incentivo ao consumismo e dar todo o poder de fato aos grandes empresários, latifundiários, cristãos fundamentalistas etc., estragou a chance que o Brasil tinha de vivenciar uma autêntica virada de jogo na situação sociopolítica de opressão e controle das classes mais pobres pelas elites.

Vale ler o texto e concluir uma triste verdade: Lula, muito longe de emancipar as classes trabalhadoras brasileiras, foi na verdade um dos maiores, se não o maior, traidor da esquerda e do povo brasileiro. (mais…)

10 Comentários

-

Leia mais aqui