Artigo
27

maio 2016

homens-contra-cultura-do-estupro

É melhor assumir a responsabilidade no combate ao machismo seu e da sociedade do que tentar justificar machismo com ideologia ou se pintar como exceção “não machista”

Atualizado em 28/05/2016 à 00h41

Aviso de conteúdo traumático: este artigo aborda estupro e machismo. Leitura não recomendável para mulheres com traumas severos de violência sexual.

Uma menina de 16 anos foi barbaramente estuprada no Rio de Janeiro por nada menos que 33 homens, a mando do ex-namorado dela, recentemente. É de se esperar – e exigir – que os homens que têm um pingo de consciência se indignem com esse crime e com todos os demais envolvendo violência contra a mulher. Como parte do grande mutirão que mulheres feministas e homens aliados têm feito nas redes sociais e em blogs para desmascarar a cultura de estupro e machismo em que vivemos, venho ter uma conversa de homem para homem com meus leitores homens cisgêneros. (mais…)

27 Comentários

-

Leia mais aqui
01

nov 2015

Imagem "pró-vida" e sua misoginia desmascarada

Aviso de conteúdo traumático: o conteúdo do texto pode ser muito pesado para mulheres vítimas traumatizadas de violência, principalmente para sobreviventes de abortos clandestinos e violência sexual.

Muitos homens opõem-se fortemente ao direito das mulheres (e dos homens trans que não removeram o útero) de escolher entre abortar e continuar a gravidez. Dizem, como pretexto dessa oposição, que estão “defendendo a vida” e “impedindo o assassinato (sic) de crianças (sic)”. Sua alegação, porém, não tem nada de humanista. Pelo contrário, é uma manifestação de misoginia e esconde uma completa indiferença e falta de compaixão por vidas já nascidas e crescidas. (mais…)

4 Comentários

-

Leia mais aqui
25

out 2015

tema-da-redacao-enem2015

Aviso de conteúdo traumático: contém referências à misoginia e à violência contra a mulher

Editado em 26/10/2015 à 00h13

O Exame Nacional do Ensino Médio de 2015 foi, segundo os muitos elogios, show de bola. No primeiro dia, questões sociológicas e filosóficas com temas emancipacionistas estiveram presentes em peso. E no segundo, a redação obrigou milhões de pessoas a pensar e escrever sobre a violência contra a mulher no Brasil. Não foi de surpreender a reação de ódio que adeptos convictos da “nova direita”, reacionária, intolerante e autoritária, dedicaram ao vestibular nacional, e tal postura nos diz muito sobre as crenças e os interesses dessas pessoas. (mais…)

12 Comentários

-

Leia mais aqui
24

out 2015

Quando o misógino ultrajante falou que "pra homens, é" engraçado assédio sexual contra crianças, ele diz necessariamente que você também acha graça e prazer nesse tipo de crime. Não deixe que afirmem isso.

Quando o misógino ultrajante falou que “pra homens, é” engraçado assédio sexual contra crianças, ele diz necessariamente que você também acha graça e prazer nesse tipo de crime. Não deixe que afirmem isso.

Nessa semana, o Brasil viu estarrecido uma onda de comentários de homens pedófilos assediando uma menina de 12 anos e reacionários misóginos caçoando da campanha feminista #PrimeiroAssédio – na qual mulheres contam como sofreram seu primeiro assédio sexual na vida. Um desses sujeitos, um “músico” famoso promotor de “ultrajes” à ética, arrogou que “para homens” em geral, é “engraçado” promover assédio sexual contra meninas crianças e adolescentes. Nessas horas, como homem falando para outros homens, devo falar: você que é homem e está desconstruindo honestamente seu machismo, não deixe nunca que esses machistas sem caráter falem por você. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
05

dez 2014

Imagens como essa mostram que o armamento civil não visa a paz, e tem como efeito colateral a reafirmação da violência como valor cultural.

Imagens como essa mostram que o armamento civil não visa a paz, e tem como efeito colateral a reafirmação da violência como valor cultural.

Uma das mais conhecidas bandeiras da direita no Brasil é a livre posse e porte de armas de fogo. Argumenta-se que o direito à defesa pessoal armada diminui os índices de crimes como assaltos e homicídios e amedronta os criminosos, que passariam a pensar duas vezes ao investir contra alguém armado. Mas se por um lado existe a possibilidade de pôr assaltantes, homicidas e outros criminosos “no seu lugar”, por outro a liberação do uso civil de armas não traz a cultura de paz à sociedade, mas sim reafirma a violência, a coerção, o medo como pilares desta, além de amplificar, ou pelo menos não diminuir, a possibilidade de outros tipos de crime. (mais…)

8 Comentários

-

Leia mais aqui
01

set 2014

 

brasilpost-antietico

Atualização (01/09/14, 17:36): Depois de ultimatos dados por feministas que haviam se deparado com o absurdo, o compartilhamento foi tirado do ar. E na página da notícia no site, o recorte da foto vazada também foi removido. Mas ainda não foi dada nenhuma retratação.

A página facebookiana do portal Brasil Post violou a ética ao noticiar, na noite de ontem, o vazamento de fotos íntimas da atriz Jennifer Lawrence usando no link da matéria compartilhado no Facebook uma das fotos vazadas. O print do flagra da postagem antiética feita pela redação do site está disposto acima, com a devida censura feita por mim à foto roubada da atriz (o Consciencia.blog.br não divulga o link do post de compartilhamento.) (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
14

ago 2014

agressao-tratada-como-suposta

Existe uma tradição machista na mídia brasileira de relativizar agressões misóginas, sejam elas físicas ou verbais, vindas de homens contra mulheres. E o portal de celebridades Ego, da Globo.com, fez isso em notícia de ontem, ao se referir à brutal agressão sofrida pela atriz pornô Christy Mack pelo criminoso do seu ex-namorado Jon Koppenhaver, lutador de MMA, como meramente “suposta”. Desde o título o Ego duvida do mais que evidente espancamento que ela havia sofrido, deixando isso claro no título da matéria e falando, no primeiro parágrafo do texto, que ela foi “supostamente” espancada. (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui
10

jul 2014

charge-misogina

Atualizado em 11/07/14 às 05:38, adicionando imagem do flagrante com as legendas

Atualização (11/07/14, 05:43): O G1 removeu a imagem criminosa da página mencionada abaixo. Mas não se retratou em momento nenhum.

Num grave atentado à ética jornalística, o portal de notícias G1, das Organizações Globo, na noite do último dia 8, divulgou uma charge misógina (a quarta imagem de cima para baixo), que mostra uma cena de violência doméstica contra a mulher, como sendo uma “piada” referente à recente vitória da Alemanha sobre o Brasil na Copa do Mundo. A imagem, originalmente publicada no Facebook por um machista identificado como Rodrigo Muñozaltea, teve adicionada pelo portal como legenda “Imagem que circula na web mostra Brasil tomando uma surra (sic) da Alemanha”, e é descrita, logo abaixo, como uma “situação de crise familiar”. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui
04

maio 2014

Já que eu não trouxe abaixo pérolas "libertárias" e "anarcocapitalistas", a bandeira do "Brasil do ódio" serve perfeitamente a este post.

Já que eu não trouxe abaixo pérolas “libertárias” e “anarcocapitalistas”, a bandeira do “Brasil do ódio” serve perfeitamente a este post.

Leia aqui todos os posts da série de pérolas de páginas de direita do Facebook

TW (aviso): algumas pérolas contêm ódio elitista, machismo e misoginia, ódio político contra a esquerda, apologia a Jair Bolsonaro, apologia à violência contra crianças, apologia à ditadura militar, ódio aos Direitos Humanos, carnismo, homofobia, racismo velado, ódio contra ateus, apologia ao uso de armas, apologia à repressão armada contra a esquerda e movimentos sociais e apologia à violência armada.

Novamente trago o que eu tinha guardado de pérolas extraídas de páginas conservadoras e protofascistas no Facebook, conteúdo que estava guardado desde quando eu postei a coletânea especial das pérolas ligadas à “Marcha da Família”, ao golpe de 64 e à ditadura militar. Novamente, um show de falácias, ódio, fanatismo, ignorância, distorções da realidade, apelos à tirania militar, pregações de censura e violenta perseguição política contra a esquerda, aversão à liberdade política e à democracia (ainda que pouco haja de democracia de fato no Brasil), projeções psicanalíticas acusando esquerdistas de serem aquilo que os próprios direitistas costumam ser, ridicularizações, credulidade fanática ao que outros direitistas – como a mídia – dizem… (mais…)

19 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
11

abr 2014

feminazinao

Reacionários machistas-misóginos e heterossexistas (principalmente homofóbicos) costumam comparar o feminismo e o ativismo pelos direitos das pessoas não heterossexuais com o nazismo, chamando quem é desses movimentos, respectivamente, de “feminazis” e “gayzistas” (ou “Gaystapo”, em alusão à Gestapo, a polícia secreta do regime nazista). Fazem tanta questão de igualar feministas e ativistas não héteros aos nazistas, mas não sabem que são eles próprios, os preconceituosos, que têm uma atitude infinitamente mais próxima do que o nazismo pregava e fazia do que esses movimentos civis. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui