Antimilitarismo
06

abr 2015

bandido-bom-morto

Obs.: Leia o texto antes de prejulgá-lo pelo título.

por Leide Fuzeto Gameiro

Bandido bom é bandido morto.  Acho que já disse que essa frase me irrita. Primeiro pela falta de lógica. Para ser bandido é preciso estar vivo, morto ninguém é nem bandido, nem bom e nem mau, é só morto. Segundo pelo simplismo que ela encerra, reduzindo tudo erroneamente à uma questão entre bem e mal. Terceiro pela carga ideológica que ela traz. As pessoas saem repetindo sem perceber que uma frase pode representar toda uma ideologia que não representa seus verdadeiros interesses. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui