Artigo
11

mar 2017

Henry Adams sobre a natureza humana

Artelogy

Você acredita que a natureza humana faz os seres humanos serem corruptos, violentos e egoístas?

Crê que as ideologias utopistas nutrem sonhos impossíveis? Acredita que elas não levam em conta que as pessoas têm e sempre terão o ímpeto da corrupção e do egoísmo na sua constituição biológica ou espiritual?

Então eu aconselho que tenha cuidado com esse tipo de crença. Ela traz um segredo bem constrangedor, que tem bem mais a ver com você e sua imagem de si mesmo(a) do que tem percebido. E que, no final das contas, pode não corresponder à realidade como um todo.

Porém, há uma boa notícia aguardando você no outro lado desse segredo. (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui
13

nov 2015

Título e cabeçalho da matéria da Galileu. O cabeçalho diz que "a humanidade decidiu" caminhar para o precipício climático, cometendo um pacote de erros ao dizer isso

Título e cabeçalho da matéria da Galileu. O cabeçalho diz que “a humanidade decidiu” caminhar para o precipício climático, cometendo um pacote de erros ao dizer isso. Clique na imagem para vê-la em tamanho completo

Editado em 14/11/15 às 00h04, com ajuste no sexto parágrafo, cuja menção a “filósofos positivistas e bacon-cartesianos”  foi substituída

Em matéria do último dia 11, o site da revista Galileu noticiou um grande descolamento e desmoronamento de iceberg na calota polar da Groenlândia, e afirmou no cabeçalho que “O precipício do desastre climático para o qual a humanidade decidiu marchar está resumido nesse registro histórico” (grifo meu). Devo alertar aos responsáveis pela notícia que é muito imprudente dizer que a culpa é uniformemente “da humanidade” como um todo e que ela “decidiu”, enquanto conjunto de bilhões de indivíduos supostamente em pensamento e intenção sincronizados e uniformizados, cavar sua própria desgraça, ecologicamente falando. (mais…)

Nenhum comentário

-

Leia mais aqui
20

jul 2015

frase-tancredo-neves

por Rafael Azzi, extraído do Blog do Flavio Lyra (a fonte original do texto foi perdida), com pequenas correções

Há séculos, ideia de que ser humano é “em essência” egoísta-competitivo justifica relações capitalistas. Descobertas recentes estão derrubando tal crença.

O modelo capitalista de sociedade premia e estimula o comportamento individualista, utilitário e egoísta. Diversos pensadores, como o economista Alan Greespan, acreditam que tal comportamento apenas reflete a verdadeira essência da natureza humana e, portanto, não há muito a fazer a respeito. Entretanto, essa visão do ser humano foi moldada ao longo da história e, na verdade, os estudos de hoje discordam da noção de que somos essencialmente individualistas e agressivos. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui