Direitos Humanos

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
12

set 2013

papa-francisco-nao-cristaos

Em mais uma postura de conciliação com quem não segue os dogmas católicos/cristãos, o papa Francisco reiterou que os ateus – e outros não cristãos – podem ir para o céu e obter a salvação mesmo sem acreditarem no Deus cristão. Segundo ele, não é preciso acreditar nessa divindade, nem ao menos ter uma fé religiosa, basta que o indivíduo siga sua consciência. (mais…)

7 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
17

jun 2013

papa-francisco

Os discursos do papa Francisco se contradizem. Ora ele se declara pró-diálogo, declarando inclusive que bons ateus também merecem a redenção divina (declaração “corrigida” por um Vaticano que cassou oficiosamente sua “infalibilidade”), ora vocifera contra aqueles que vivem independentes de uma crença em Deus. Ontem no Vaticano, na missa conclusiva da jornada mundial “Evangelho da Vida”, ele voltou a atacar quem “opta” por viver descrente na existência de um deus. (mais…)

17 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
31

maio 2013

Papa Francisco, um pontífice não mais sumo desde que o Vaticano "corrigiu" sua declaração sobre os ateus serem redimidos

Papa Francisco, um pontífice não mais sumo desde que o Vaticano “corrigiu” sua declaração sobre os ateus serem redimidos

Aviso: texto polêmico para católicos. Se você é católico praticante, leia por sua conta e risco.

Essa semana, o papa Francisco surpreendeu o mundo ao dizer que os ateus de bom coração e boas obras também são dignos da salvação divina. Mas, pouco tempo depois, foi “desmentido” por alas hierárquicas inferiores do Vaticano, as quais, por meio de algum porta-voz, declararam que, por não terem fé em Cristo e nos dogmas católicos, os ateus não terão qualquer redenção depois da morte. A instituição Igreja Católica, por insinuar que o “infalível” papa “falhou”, mantém sua milenar intolerância religiosa oficial a um preço muito alto: a integridade do seu moral político e espiritual.

Com essa providência que visa manter o controle sobre seus fiéis pelo medo de renunciar à fé e continuar negando o reconhecimento da dignidade de quem pensa diferente do dogmatismo católico oficial, a ICAR entra em contradição, ao revogar de forma oficiosa o dogma da infalibilidade papal – ao “corrigi-lo” – e tirar dele o moral que tinha como porta-voz de Deus. Aliás, o próprio Deus católico se mostra indeciso, falho e imperfeito, ao anunciar que redime os ateus e voltar atrás em seguida. (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
20

mar 2013

papa-francisco

O papa agora é outro, mas o preconceito contra quem “não tem Deus no coração” é o mesmo. Francisco I herdou de Bento XVI a velha intolerância contra quem vê vida fora da crença em Deus. Num encontro com líderes religiosos na manhã de hoje, o papa afirmou: “Somos testemunhos de quanta violência é provocada pela falta de Deus na humanidade”, na tentativa de conclamar as religiões não católicas a, presumivelmente, não deixarem que a “falta de Deus” “condene” os seres humanos.

Com tal frase, o discurso dele aparenta ser de aproximação com outras religiões monoteístas, mas mostra afastamento perante os ateus e os adeptos de religiões politeístas que não acreditam no deus único dos cristãos. Não era de surpreender, visto que Francisco nada mais é do que apenas mais um papa conservador na história da igualmente conservadora Igreja Católica.

Os ateus estão de olho nos discursos que Francisco I dará durante seu papado, dispostos a se defender tão logo ele vá demonstrando mais preconceito contra quem vive bem sem acreditar em Deus.

8 Comentários

-

Leia mais aqui