Artigo
31

ago 2014

A "nova política" de Marina realmente traz novidade. Mas não é aquilo que se queria ou esperava

A “nova política” de Marina realmente traz novidade. Mas não é aquilo que se queria ou esperava

Ontem a equipe de Marina Silva quebrou o breve encanto que a população não heterossexual e a população trans tiveram por ela. Depois de um chilique do sacerdote do ódio Silas Malafaia, ameaçando “queimar o filme” dela, a seção “LGBT” do programa de governo sofreu fortes supressões e transformou-se em uma lista de intenções vagas e promessas periféricas e/ou confusas. Isso não é ruim apenas para as minorias ali contempladas, mas também para a própria candidata. Ela mostra que não é nem um pouco confiável e que sua “nova política” nada mais é do que tornar promessas suscetíveis a serem quebradas ou anuladas perante pressões de gente poderosa. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui