Direitos Humanos

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
07

mar 2013

raposas-galinhas

O Brasil está lamentando a concretização da máxima das raposas que cuidam das galinhas, com a eleição do teocrata Marco Feliciano e do ruralista Blairo Maggi respectivamente para presidir as comissões de Direitos Humanos e Minorias (CDHM, Câmara) e de Meio Ambiente (CMA, Senado). As perspectivas não são animadoras, com a prevista rejeição de projetos de lei que reforcem a legislação ambiental e a proteção e reconhecimento dos direitos de minorias políticas como as mulheres, LGBTs e afrorreligiosos, e também a aprovação de PLs que diminuam os direitos ambientais e cerceiem os das referidas minorias.

Declarações racistas e homofóbicas e persuasões para que evangélicos paguem cada vez mais para sua igreja tornam Feliciano totalmente inidôneo para levar adiante seu novo cargo. E o título de “Motosserra de Ouro”, recebido há alguns anos, fazem de Maggi uma ameaça à legislação ambiental, já combalida pela sanção parcial do novo Código Florestal. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
25

dez 2012

Encontrar anúncios de escolas que incluam pelo menos um negro ou negra é um desafio. O anúncio acima mostra quatro crianças brancas e faz de conta que não existe diversidade racial no Brasil.

Encontrar anúncios de escolas que incluam pelo menos um negro ou negra é um desafio. O anúncio acima mostra quatro crianças brancas e faz de conta que não existe diversidade racial no Brasil.

Nessa época de matrículas para escolas da rede privada e faculdades, faço um desafio: conte quantos outdoors e outbus de instituições de ensino básico ou superior mostram pelo menos um aluno negro ou aluna negra – incluindo pardos(as). É quase certo que você verá que menos de 30% dos anúncios de estabelecimentos educacionais colocam pessoas não brancas – e, quando as incluem, geralmente só colocam um indivíduo no anúncio, mesmo quando haja dez alunos na foto publicitária.

Constatando-se isso, percebemos algo que soa eticamente absurdo mas é realidade: a educação privada brasileira favorece o racismo, ao usar uma publicidade excludente para alugar suas vagas nas salas de aula e, através dela, mostrar que não considera os negros potenciais alunos nem está disposta a fazer o possível para incluí-los entre seus matriculados. Ao invés disso, segue a tradição de sobrevalorizar a presença e beleza brancas, usar entre 75 e 100% de alunos brancos em seus anúncios e rarefazer ou anular a presença não branca. (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
03

dez 2012

Recentemente, Morgan Freeman declarou dubiamente, em entrevista a Mike Wallace, que a melhor solução de acabar com o racismo é “parar de falar sobre ele”. Respondi à declaração dele via Consciencia.VLOG.br, justificando a existência do Mês da Consciência Negra (que no Brasil é em novembro), da própria Consciência ou Orgulho Negro e a necessidade de se enfrentar o racismo em vez de fingir que ele não existe.

Mas um alerta: meu comentário à declaração dele de que “a melhor solução de acabar com o racismo é parar de falar sobre ele” se baseia numa das interpretações possíveis, provavelmente a interpretação mais difundida entre os que assistiram ao vídeo e declararam apoio a ele.

Abaixo, o vídeo da entrevista e o meu vídeo em resposta: (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
27

out 2012

Fui a uma loja de cosméticos e dei uma tirada de fotos na seção de tinturas de cabelo. Vi ali uma evidência que a indústria de cosméticos parece não acreditar que mulheres negras nunca usam nem gostam de usar tinturas de cabelo. Praticamente só há brancas nas fotos das embalagens e as únicas que se aproximam de uma cor escura da pele são pardas de tom bem claro. Clique nas imagens para vê-las em tamanho máximo:

(mais…)

4 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
17

out 2012

No Brasil, a raça ainda é um determinante se a pessoa vai ou não se dar bem na vida. O caso do mendigo branco de olhos azuis de Curitiba é um exemplo emblemático disso.

Uma história em que pobreza, padrão eurocêntrico de beleza e cultura racista se chocam vem movimentando a internet. Um mendigo fotografado em Curitiba está sendo assunto em todo o Brasil, por ser um branco de olhos azuis “mas” ter sido castigado pela pobreza mendicante. Quando sabemos dessa novidade e a comparamos com a vida de milhares de outros mendigos pelo Brasil, percebemos o quanto a cultura brasileira ainda é muito impregnada de racismo.

O mendigo branco, cujo nome ainda não foi revelado, vive nas ruas de Curitiba e posou para a foto desejando “ser colocado no rádio” para ficar famoso. A fotografia foi posta no Facebook e agora campeia pelo Brasil inteiro, chamando atenção de mulheres e homens. Ora é considerado “lindo de morrer”, com muitas mulheres querendo namorá-lo e abrigá-lo encantadas com a beleza dele; ora vem sendo candidato às passarelas da moda, como o modelo “dos sonhos” das grifes; ora tem sua mendicância posta em dúvida principalmente por ser um branco de olhos azuis, parecido demais com um europeu para ter sua pobreza reconhecida. As opiniões convergem em sua maioria a um ponto: ele é “lindo” demais para continuar mendigo. (mais…)

20 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
03

set 2012

O padrão racista de beleza predominante no Brasil prevaleceu de novo, e novamente negras e mulatas foram excluídas de uma final de concurso de beleza. Dessa vez foi no concurso Musa do Brasileirão 2012, promovido pela Globo. Das vinte finalistas, todas são brancas, e nove são loiras, numa óbvia desproporção em relação à população feminina brasileira, composta de negras, mulatas, pardas, indígenas e descendentes de indígenas, orientais, brancas loiras e brancas morenas e outras categorias minoritárias.

Finalistas do concurso Musa do Brasileirão 2012. A exclusão racial prevaleceu de novo.

Fica novamente evidente que o gosto da maioria dos brasileiros por brancas e a rejeição dos mesmos pela beleza das negras e mulatas vai muito além de mero gosto pessoal. É um gosto socialmente construído, com base numa sociedade secularmente racista, que privilegia tudo que é europeu e menospreza e maltrata aquilo que vem e descende da África.

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
29

ago 2012

Destoando um pouco do conteúdo denso da maioria dos posts daqui, trago uma lista compacta com dez coisas que, por causa do racismo,  heteronormatividade e especismo dos meios tradicionais de comunicação e publicidade, certamente vou demorar muito para ter a oportunidade de ver na TV e na publicidade em geral:

1. Um anúncio de creme dental protagonizado por um casal de negros gays, em vez de por um de branc@s héteros

2. Dois comerciais consecutivos na TV serem protagonizados por garotos-propaganda negros anônimos

3. Três comerciais seguidos na TV em que haja uma quantidade (de dois para cima) igual de garotos-propaganda brancos e negros/mulatos

4. Outdoors de produtos quaisquer com casais homossexuais abraçados

5. Uma novela da Globo protagonizada por um ou dois veganos que lutam contra o preconceito sofrido na sociedade em função de sua opção de consumo

6. Dois comerciais consecutivos de cosméticos na TV sendo protagonizados por negras

7. Um Globo Repórter falando bem do vegetarianismo e mostrando o veganismo não mais como um “estilo de vida alternativo”, mas sim como um meio para o fim de combater a exploração animal

8. Um Globo Repórter falando de escravidão animal, entrevistando abolicionistas e evitando manipulações contrárias à causa

9. Comerciais na TV gravados por ONGs abolicionistas, recomendando que os telespectadores se tornem veganos e sejam contra rodeios e vaquejadas

10. Anúncios de datas comemorativas (Dia dos Pais, Dia dos Namorados, Dia das Mães etc.) apenas com garotos-propagandas negros

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
12

ago 2012

Vi circulando no Facebook, através de uma fanpage de orgulho nordestino, recentemente, as fotos das misses dos nove Estados do Nordeste. Como é regra oficiosa em concursos de miss no Brasil, nenhuma negra ou mulata foi eleita miss no Nordeste. Todas branquinhas, com leves diferenças de bronzeamento da pele. Também estão praticamente ausentes traços físicos de descendência indígena. Nem a Bahia, o Estado mais negro do Brasil, elegeu uma negra ou parda como miss.

em São Paulo, apenas duas negras, das cidades de Cordeirópolis e Santo André, figuravam entre as 30 finalistas no concurso de Miss São Paulo 2012, cuja final foi no sábado 11/08. E como era de se esperar, uma branca, da cidade de Jaú, foi a eleita.

Mais atrás este ano, em maio, o concurso Gata do Paulistão 2012, em referência a quem seria a grande musa do Campeonato Paulista 2012, também excluiu as negras do quadro de finalistas. Todas eram brancas, e metade era de loiras, numa absurda desproporção em relação à distribuição populacional de brancas loiras, brancas morenas, brancas ruivas, pardas e negras. (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
12

ago 2012

Gravei este vídeo do Consciencia.VLOG.br ontem e ele promete causar uma certa polêmica. Nele eu critico a preferência praticamente generalizada entre os brasileiros pelas mulheres brancas com traços europeus, em detrimento das negras e mulatas – ainda mais quando têm traços faciais africanos fortes. E coloco como os concursos estaduais de miss deste ano exemplificam esse padrão de beleza tendente ao racismo.

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
11

ago 2012

Vi hoje circulando no Facebook, através de uma fanpage de orgulho nordestino, as fotos das misses dos nove Estados do Nordeste:

Como é regra oficiosa em concursos de miss no Brasil, nenhuma negra ou mulata foi eleita miss no Nordeste. Todas branquinhas, com leves diferenças de bronzeamento da pele. Também estão praticamente ausentes traços físicos de descendência indígena. Nem a Bahia, o Estado mais negro do Brasil, elegeu uma negra ou parda como miss.

em São Paulo, onde a final do concurso Miss SP vai ser hoje, apenas duas negras, das cidades de Cordeirópolis e Santo André, figuram entre as 30 finalistas. Atualização (12/08/12): Uma branca, da cidade de Jaú, foi a eleita Miss São Paulo 2012. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui