Artigo
07

set 2016

Discursos de ódio: Isso foi o fruto da tão falada e defendida "educação conservadora", inclusa a "religiosa"

Isso foi o fruto da tão falada e defendida “educação conservadora”, inclusa a “religiosa”

Certamente você percebeu isso também.

Ao mesmo tempo em que a direita tem ganhado força no Brasil, a internet, a mídia, as ruas e também milhões de lares estão mais repletos de ódio e intolerância.

Tem sido uma direita que, avessa ao conhecimento intelectual e ao debate civilizado e construtivo, não propõe quase nada que traga melhorias, preferindo ser contra tudo que desafie o status quo e impor o desmonte de tudo aquilo que a esquerda conquistou em décadas. (mais…)

8 Comentários

-

Leia mais aqui
07

ago 2016

O que e o Escola Sem Partido?

Conheça mais a fundo o famigerado projeto que diz pretender combater a “doutrinação ideológica” nas escolas e o que ele realmente tem como objetivo

Parte 1 – Página inicial do site do ESP

Parte 2 – Projetos de lei

Parte 3 – Justificativas

Nas partes anteriores deste artigo você pôde ver, respectivamente, uma análise do que diz a página inicial do site do “Programa” Escola Sem Partido (ESP) e uma resposta aos projetos de lei municipais, estaduais e federal que visam impor o projeto nas escolas de todo o Brasil. Se você quer ver uma resposta que explicite também o que há por trás das justificativas utilizadas nos PLs, recomendo que leia esta terceira e última parte.

As justificativas estão abaixo do corpo dos PLs municipais e estaduais – sendo as mesmas em ambos os casos. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
06

ago 2016

O que e o Escola Sem Partido?

Conheça mais a fundo o famigerado projeto que diz pretender combater a “doutrinação ideológica” nas escolas e o que ele realmente tem como objetivo

Parte 1 – Página inicial do site do ESP

Parte 2 – Projetos de lei

Parte 3 – Justificativas

Na primeira parte deste artigo, você pôde ler sobre o que diz a página inicial do “Programa” Escola Sem Partido e a verdadeira natureza sobre esse projeto. Se ainda não leu, leia já. Se já leu, saiba agora o que os projetos de lei ligados à iniciativa querem impor na educação brasileira.

Esta segunda parte, de um total de três, é dedicada a analisar o texto dos PLs municipais, estaduais  e federal. Se você ainda tem dúvida sobre se essas que têm sido muito chamadas de Leis da Mordaça realmente eliminam as liberdades nas escolas, agora é a oportunidade de saber a resposta. (mais…)

1 Comentário

-

Leia mais aqui
05

ago 2016

O que e o Escola Sem Partido?

Conheça mais a fundo o famigerado projeto que diz pretender combater a “doutrinação ideológica” nas escolas e o que ele realmente tem como objetivo

Parte 1 – Página inicial do site do ESP

Parte 2 – Projetos de lei

Parte 3 – Justificativas

Você já deve ter ouvido falar na polêmica do projeto Escola Sem Partido (ESP). Se você não tem muito conhecimento sobre ele, recomendo fortemente que passe a ter, porque ele implica sérias consequências para a educação escolar e o futuro do pensamento sociopolítico no Brasil. E este artigo, dividido em três partes, vem ajudar você a conhecer do que se está falando quando os defensores dessa iniciativa dizem defender um ensino “sem doutrinação”. (mais…)

8 Comentários

-

Leia mais aqui
29

abr 2016

Contradições e hipocrisias: os reacionários dizem defender determinadas bandeiras, mas são eles mesmos os maiores opositores delas

Contradições e hipocrisias: os reacionários dizem defender determinadas bandeiras, mas são eles mesmos os maiores opositores delas

O reacionarismo de direita é o pior inimigo de suas próprias bandeiras, com suas frequentes contradições e hipocrisias

Para cada discurso que uma pessoa de direita adepta de crenças reacionárias profere “em defesa” de algum valor ou bandeira, se pudéssemos estudar a vida dela, encontraremos um ou mais casos recentes de violação frontal ao que foi “defendido”. Não falo aqui de casos de falso moralismo, como quando o “pró-família” trai a esposa ou o “pró-vida” força suas ex-namoradas a abortarem clandestinamente. Me refiro, ao invés, à contradição inerente aos discursos dos conservadores assumidos (inclusos os que se dizem “liberais” mas não defendem nenhum valor social e político do liberalismo contemporâneo). (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui
10

fev 2016

Os liberal-reacionários foram peças-chave nos protestos de direita pró-impeachment que aconteceram no ano passado

Os liberal-reacionários foram peças-chave nos protestos de direita pró-impeachment que aconteceram no ano passado

Tem tido destaque no Brasil, por meio de diversos “institutos liberais”, outros think tanks e formadores de opinião de direita, uma corrente político-ideológica ao mesmo tempo a favor da “dinamização” da economia e agressivamente contra avanços sociais e políticos. É o que eu chamo de liberal-reacionarismo, que ostenta um rótulo de “liberal”, mas tem uma essência conservadora e antipopular. (mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui
31

jan 2016

Charge escrita por defensor do desenvolvimentismo. Perceba-se a carga de aversão reacionária contra ambientalistas contida no desenho

Charge desenhada por defensor do desenvolvimentismo – e divulgada no blog de um jornalista que também é desenvolvimentista. Perceba-se a carga de aversão reacionária contra ambientalistas contida no desenho

Tentando parecer “não neoliberais” e desvencilhados da “herança maldita tucana”, os governos Lula e Dilma (esta no primeiro mandato) promoveram uma política desenvolvimentista, que jogou um “dane-se” aos propositores do “desenvolvimento sustentável” e passou por cima literalmente do meio ambiente e da dignidade humana. Obras (ou obradas mesmo) como a Usina de Belo Monte e a transposição do Rio São Francisco, a permissividade do poder público perante crimes ambientais como o da Samarco/Vale/BHP no Rio Doce e a promoção, no governo Dilma, da “política ambiental” menos ambiental desde a ditadura militar nos fazem retomar velhas críticas ao desenvolvimentismo, cabendo a nós apontar as contradições deste, que é uma ideologia ao mesmo tempo defensora do progresso e reacionária. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
19

jan 2016

perola-partidos-sociais

Exemplo de falácia do rótulo

Uma falácia costuma aparecer em discussões com reacionários: o argumento de que o nazismo alemão era “de esquerda” porque o Partido Nazista se chamava oficialmente “Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães” e o PT brasileiro é “comunista” por, entre outros motivos, se chamar “Partido dos Trabalhadores”. Essa é a chamada falácia do rótulo, que consiste em levar ao pé da letra o nome ou apelido de instituições, agremiações e pessoas, achando que elas sempre são aquilo que seu nome diz que são e desconsiderando a possibilidade de estarem mentindo ou terem mudado de posição política. (mais…)

11 Comentários

-

Leia mais aqui
06

nov 2015

Imagem de quando a página de ódio Revoltados Online propagou boato contra os professores do Paraná

Imagem de quando a página de ódio Revoltados Online propagou boato contra os professores do Paraná

Editado em 11/11/2015 às 6h21

Obs. 1: Este post não é especificamente sobre o boato mal intencionado do Revoltados Online denunciado na imagem acima, mas considera-o um exemplo bem ilustrativo do problema geral abordado. Clique aqui para acessar a matéria dedicada a denunciá-lo.

Obs. 2: Caso você queira apontar que “a esquerda e os petistas também promovem sua própria boataria”, encorajo você a denunciar nos comentários exemplos (de preferência com links de referência) de boatos, de fora da época eleitoral, que podem ser identificados ou presumidos como vindos de “fontes” ligadas à esquerda ou ao PT. Este artigo, embora foque nos reacionários desonestos, não se isenta de estender a crítica a pessoas do outro lado que também estejam incorrendo nesse tipo de jogo sujo.

Algo que tem sido muito comum no Brasil – e, presumivelmente, em muitos outros países – é a propagação de boatos e calúnias com temas (e interesses ocultos) políticos. Acredite se quiser, isso reflete uma crença bizarra tida por muita gente: a de que propagar mentiras propositalmente é uma maneira de “exercer a cidadania”, “fazer política” e “construir um país melhor”. (mais…)

6 Comentários

-

Leia mais aqui
25

out 2015

tema-da-redacao-enem2015

Aviso de conteúdo traumático: contém referências à misoginia e à violência contra a mulher

Editado em 26/10/2015 à 00h13

O Exame Nacional do Ensino Médio de 2015 foi, segundo os muitos elogios, show de bola. No primeiro dia, questões sociológicas e filosóficas com temas emancipacionistas estiveram presentes em peso. E no segundo, a redação obrigou milhões de pessoas a pensar e escrever sobre a violência contra a mulher no Brasil. Não foi de surpreender a reação de ódio que adeptos convictos da “nova direita”, reacionária, intolerante e autoritária, dedicaram ao vestibular nacional, e tal postura nos diz muito sobre as crenças e os interesses dessas pessoas. (mais…)

12 Comentários

-

Leia mais aqui