Artigo
16

nov 2015

Protestos de junho de 2013, momento em que milhões de pessoas declararam sua rejeição perante a ordem representativa vigente, mas não conseguiram sugerir nada no lugar

Protestos de junho de 2013, momento em que milhões de pessoas declararam sua rejeição perante a ordem representativa vigente, mas não conseguiram sugerir nada no lugar

Em junho de 2013, explodiu entre a juventude brasileira o desejo de que o sistema político representativo baseado em partidos e eleições seja superado no Brasil e substituído, mesmo que gradualmente, por uma democracia muito mais direta e popular. Mas de lá para cá nada foi feito nem para se buscar implantar essa nova ordem, nem sequer para se sugerir no que ela consistirá e como ela surgirá no país. Nessas horas, eu penso: comecemos logo a pensar essa mudança – e como aplicá-la num Brasil que recrudesceu na representatividade conservadora –, ou então recuemos nesse sonho, mesmo que temporariamente, e pensemos pragmaticamente em buscar eleger mais candidatos de esquerda no representativismo tradicional. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
23

dez 2013

Pepe Mujica é um caso raro entre presidentes da república. Esperar que pessoas como ele sejam comuns em todas as eleições de todos os países é desconhecer as limitações do sistema político representativo.

Pepe Mujica é um caso raro entre presidentes da república. Esperar que eleger pessoas como ele se torne algo comum em todos os países é desconhecer as limitações do sistema político representativo.

Olhando através do véu da fantasia democrática do sistema político representativo e partidário, percebemos algo que incomoda bastante nossa consciência: mesmo com todos os maiores de idade podendo votar, as chances de um presidente realmente justo, progressista e de esquerda subir ao poder, não ser vítima de golpes de Estado e não trair suas bandeiras ideológicas são tão baixas quanto um rei ou rainha reconhecidamente virtuoso ser empossado no trono e governar pela dignidade de seus súditos.

(mais…)

2 Comentários

-

Leia mais aqui