Artigo
26

jun 2016

O comunismo propriamente dito é totalmente diferente do espantalho monstruoso que a direita cria para amedrontar as pessoas e fazê-las aceitar serem politicamente controladas

O comunismo propriamente dito é totalmente diferente do espantalho monstruoso que a direita cria para amedrontar as pessoas e fazê-las aceitar serem politicamente controladas

Matanças, perseguição religiosa, confisco de propriedade… Se você tem medo que o comunismo traga tudo isso, não se preocupe: esses males já são muito comuns no capitalismo

Uma característica muito forte do reacionarismo é o medo do “comunismo”, que sequer recebe uma definição clara nesse sistema de crenças. Para muitos, comunismo representa “tudo de ruim” e já teria sido experimentado, com consequências catastróficas, nos países do antigo bloco “socialista real”, como União Soviética, Cuba, Coreia do Norte, Camboja e, mais recentemente, Venezuela. Só que tanto essas nações não vivenciaram realmente experiências comunistas, como tudo o que os reacionários temem que viesse a ocorrer após uma hipotética “implantação do comunismo” no Brasil já acontece por aqui o tempo todo, no capitalismo mesmo, e eles não sabem ou não ligam mesmo. (mais…)

4 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
20

fev 2014

Derrube-se a crença de que esquerda se resume a ditaduras socialistas, como o stalinismo.

Derrube-se a crença de que esquerda se resume a ditaduras socialistas, como o stalinismo.

É praticamente de lei, entre a direita brasileira, tachar toda a esquerda nacional e internacional de “comunista” – e/ou “petralha” em determinadas situações. E esse “comunismo” é convenientemente manipulado ao ponto de se tornar sinônimo de “totalitarismo de esquerda”. Tal menção ao “comunismo totalitário” é basicamente fundamentado na ignorância sobre a existência de muitas outras correntes ideológicas de esquerda, incluindo diversas vertentes de socialismo que diferem dos modelos ditatoriais que existiram no século 20. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
09

out 2013

seta-direita

A direita, seja a convicta ou a enrustida, está em alta no Brasil, crescendo e ameaçando conquistar grande parte das massas. Livros e partidos embrionários de cunho reacionário se multiplicam. Enquanto isso, a esquerda ainda tem dificuldade de se desgarrar do estigma infligido pelo socialismo autoritário do século passado e parece não se esforçar o suficiente para divulgar à população seus ideais de igualdade, democracia popular e anticapitalismo. Essa tendência inspira temores pelo futuro da democracia, das diversas categorias de direitos usufruídos pelo ser humano e da própria liberdade política no país. (mais…)

12 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
21

abr 2013

pib-fanpage-socialista

A imagem acima mostra uma grande contradição de parte da esquerda socialista contemporânea: usar o capitalismo como parâmetro para elogiar governos que, se respeitassem sua ideologia partidária original, seriam ou teriam sido esquerdo-socialistas. Uma fanpage socialista do Facebook cujo nome preferi omitir fez essa escorregada acima, divulgando um gráfico do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil de 1960 até 2009 para provar tanto que o governo FHC foi medíocre como que o duplo mandato de Lula foi uma maravilha para o país – comportando-se assim como uma “esquerda conservadora”. (mais…)

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
08

mar 2013

mito-de-1857

Editado em 08/03/2015 às 14h12

A versão acima da origem do Dia Internacional da Mulher tem sido questionada cada vez mais e relegada a mito – e um mito cuja origem pode ter sido a escusa pretensão de esconder do mundo as origens socialistas da data, em se falando tanto das bolcheviques russas como das operárias manifestantes de outros países.

Vale, neste 8 de março, ler o que Audinei C. Neves, tendo obtido informações do Núcleo Piratininga de Comunicação, fala sobre os questionamentos e revisão das origens desse dia tão importante para a luta feminista. E falando em dia tão importante, é necessário relembrar aos homens: hoje não é dia de homenagens pseudorromânticas às mulheres, tampouco de realçar papéis de gênero impostos a elas, mas sim de compreender e apoiar a luta feminista pela libertação das mulheres.

 

O mito de 1857- Como surgiu o Dia Internacional da Mulher
Por Audinei C. Neves, fisioterapeuta

Como se criou o mito de 1857? O Dia da Mulher é associado continuamente à história de uma greve, que ocorreu em Nova Iorque, em 1857, na qual 129 operárias morreram depois dos patrões terem incendiado a fábrica ocupada. Entretanto, esse marco é controverso.

A primeira citação a essa greve, sem nenhum dos detalhes que serão acrescentados posteriormente, aparece no jornal do Partido Comunista Francês, na véspera do oito de Março de 1955. Porém, quando sucedeu a fixação da data do oito de março? (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui