Artigo
25

out 2015

tema-da-redacao-enem2015

Aviso de conteúdo traumático: contém referências à misoginia e à violência contra a mulher

Editado em 26/10/2015 à 00h13

O Exame Nacional do Ensino Médio de 2015 foi, segundo os muitos elogios, show de bola. No primeiro dia, questões sociológicas e filosóficas com temas emancipacionistas estiveram presentes em peso. E no segundo, a redação obrigou milhões de pessoas a pensar e escrever sobre a violência contra a mulher no Brasil. Não foi de surpreender a reação de ódio que adeptos convictos da “nova direita”, reacionária, intolerante e autoritária, dedicaram ao vestibular nacional, e tal postura nos diz muito sobre as crenças e os interesses dessas pessoas. (mais…)

12 Comentários

-

Leia mais aqui
14

ago 2014

agressao-tratada-como-suposta

Existe uma tradição machista na mídia brasileira de relativizar agressões misóginas, sejam elas físicas ou verbais, vindas de homens contra mulheres. E o portal de celebridades Ego, da Globo.com, fez isso em notícia de ontem, ao se referir à brutal agressão sofrida pela atriz pornô Christy Mack pelo criminoso do seu ex-namorado Jon Koppenhaver, lutador de MMA, como meramente “suposta”. Desde o título o Ego duvida do mais que evidente espancamento que ela havia sofrido, deixando isso claro no título da matéria e falando, no primeiro parágrafo do texto, que ela foi “supostamente” espancada. (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui
10

jul 2014

charge-misogina

Atualizado em 11/07/14 às 05:38, adicionando imagem do flagrante com as legendas

Atualização (11/07/14, 05:43): O G1 removeu a imagem criminosa da página mencionada abaixo. Mas não se retratou em momento nenhum.

Num grave atentado à ética jornalística, o portal de notícias G1, das Organizações Globo, na noite do último dia 8, divulgou uma charge misógina (a quarta imagem de cima para baixo), que mostra uma cena de violência doméstica contra a mulher, como sendo uma “piada” referente à recente vitória da Alemanha sobre o Brasil na Copa do Mundo. A imagem, originalmente publicada no Facebook por um machista identificado como Rodrigo Muñozaltea, teve adicionada pelo portal como legenda “Imagem que circula na web mostra Brasil tomando uma surra (sic) da Alemanha”, e é descrita, logo abaixo, como uma “situação de crise familiar”. (mais…)

3 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
18

jun 2013

festa-do-peao-americana

Festa do Peão em Americana/SP, palco de violência contra humanos e não humanos

Esse foi um autêntico caso em que violência contra animais não humanos e violência contra humanos se junta num só evento abjeto. Na madrugada de ontem, dois homens, após tentarem beijar uma adolescente de 15 anos, a espancaram até que desmaiasse na Festa do Peão Boiadeiro de Americana/SP. Segundo o UOL, Danilo Dias Jordão, 23, e Robson Pereira Galvão, 28, se aproximaram duas vezes da garota tentando beijá-la. (mais…)

5 Comentários

-

Leia mais aqui
15

fev 2012

Observação (04/12/2016): A frase inicial desta postagem, de fevereiro de 2012, reflete um ponto de vista que não corresponde mais do que penso hoje sobre a PETA. Saiba qual a minha posição atual sobre essa ONG nesta postagem do Veganagente.

É difícil negar que a PETA tem uma história e já prestou muitos bons serviços à causa dos Direitos Animais, embora se porte de forma bem-estarista de vez em quando. Mas algo que vem chamando negativamente a atenção do mundo à entidade, cada vez mais, é o expediente machista que ela vem usando em iniciativas de “conscientização” – se é que fazer apologia a uma falsa superioridade sexual de veg(etari)anos pode sequer passar perto de ser chamado de uma “conscientização”. É comum que usem o corpo das mulheres como objeto para tentar atrair os onívoros para a causa, por apelos cada vez mais distantes dos Direitos Animais e próximos do sensacionalismo semissupremacista da sexualidade veg(etari)ana.

A verdade é que, depois de tudo isso, a PETA se supera em termos de machismo e iniciativas de muito mau gosto. A novidade é o comercial de 32 segundos em que uma mulher aparece machucada por causa de um sexo “forte” que teve com seu namorado/noivo/marido: (mais…)

30 Comentários

-

Leia mais aqui

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/andreortega/public_html/wp-content/themes/momentum/archive.php on line 51
02

fev 2012

Descobri agora uma música que é tudo o que há de mais preconceituoso, homofóbico, machista e conjugalmente violento. Chama-se “Bruto, rústico e sistemático”, da dupla sertaneja João Carreiro e Capataz.
A letra fala por si só, e acompanhá-la com o vídeo abaixo irá chocar todo aquele que preza pelo humanismo e pelo fim dos preconceitos:

20 Comentários

-

Leia mais aqui